Pular para o conteúdo

João Ribeiro Lima, uma história de vida

* Texto produzido em 2009 por ocasião da comemoração dos 80 anos de vida do Sr. João Ribeiro Lima. Por Monique Gomes com colaboração de Humberto Ribeiro Lima.

Quem foi João Ribeiro Lima?

Senhor João Ribeiro Lima de Ubajara

No dia 6 de janeiro de 1927 nascia em Ubajara o menino João Ribeiro Lima. Filho de Juventina Perdigão e Flávio Ribeiro Lima, teve mais 16 irmãos.

Naquela época, muitas crianças não resistiam e morriam com poucos dias de vida. O fato aconteceu na família Ribeiro, que aos poucos perdeu 15 dos seus 17 filhos.

Saúde

A mortalidade infantil na década de 1920 foi influenciada por diversos fatores, como: condições sanitárias, nutrição, políticas públicas e condições socioeconômicas.

A assistência médica também era precária e muitos bebês e crianças acabavam morrendo por doenças que hoje são facilmente tratáveis ou preveníveis.

Mas João Ribeiro se desenvolveu, assim como o seu irmão, Humberto.

E foi aos 8 aninhos de idade que começou a trabalhar no comércio do pai, em Olinda, uma comunidade distante a poucos quilômetros de Ubajara. A família morou lá por 3 anos.

Em seguida, o Sr. Flávio se desfez do comércio para lidar na agricultura, atividade que prosperava na cidade.

Assim, a família se mudou para uma nova casa, no Sítio Paus Altos, em Ubajara.

O menino João arava a terra, plantava e ajudava na colheita, além de levar o alimento aos trabalhadores.

Educação

Na década de 40 não havia escolas em Ubajara.

Os irmãos João e Humberto estudavam em casa com a própria mãe, Juventina Perdigão.

Alguns ubajarenses, movidos pela sabedoria e pelo prazer de ensinar, ofereciam aulas em suas casas.

Foi assim que João Ribeiro concluiu os estudos, seguindo à pé, todos os dias, do sítio para o centro da cidade, ao lado do pai.

Clima de Serra

O clima em Ubajara era extremamente frio. No período de inverno as famílias mais ricas migravam lugares mais quentes por seis meses, até o verão chegar.

A Família Ribeiro passou alguns desses invernos no Estado do Piauí e outros no Sítio Jaburu, zona rural de Ubajara. Não havia energia elétrica e nenhum meio de comunicação como tevê ou rádio.

Para evitar desperdício, os alimentos eram conservados em sal grosso. Mesmo com aspecto de férias, o retiro das famílias no inverno era também de muito trabalho.

O pequeno João ajudava na lida de casa, tirava leite da vaca, combatia as pragas das plantações e cuidava dos animais.

Nos fins de tarde, se juntava com o irmão Humberto e, assim, faziam arapucas para pegar preás, uma espécie de roedor.

Tecnologia

João Ribeiro Lima: o rádio era uma grande novidade na primeira metade do século XX.
Imagem ilustrativa

No ano em que o rádio chegou, foi a alegria geral.

Enquanto uma bateria funcionava, a outra ficava pegando carga. Do lado de fora da casa, uma antena gigantesca fazia parte do cenário: só assim o bendito rádio funcionava…

Na primeira metade do século XX, os rádios eram grandes e pesados. Exigiam baterias volumosas para funcionar. Isso fazia com que os aparelhos fossem caros e inacessíveis para muitas pessoas.

À noitinha, a família Ribeiro se reunia na sala com os vizinhos para ouvir os programas e as notícias do Brasil e do mundo.

Era revolucionário ter acesso a informações e entretenimento que antes permaneciam limitados a jornais e revistas.

Empreendedorismo

Aos 18 anos, incentivado pelas experiências que teve quando criança com o pai, João Ribeiro Lima montou sua própria loja no centro da cidade, a Casa de Variedades Ltda.

Com muito trabalho e dedicação, em apenas um ano conseguiu cobrir as despesas do investimento inicial: 10 contos de réis que pediu emprestado a um amigo.

(Segundo consulta ao ChatGPT, 10 contos de réis equivalem a aproximadamente R$ 2.750 reais nos dias de hoje, considerando a taxa de conversão do cruzeiro para o real ).

João Ribeiro Lima contribuiu muito com o desenvolvimento econômico e social de Ubajara.

Casamento

Em 1957, João Ribeiro casou-se com Maria Antonieta e desse enlace matrimonial nasceram seus três filhos: Maria Tereza, João Filho e Tereza Cristina. Hoje, os frutos do seu trabalho são notórios, pois a família perpetuou o legado.

Esse é João Ribeiro Lima (in memoriam), um ser humano que teve a grandeza e a dignidade de vencer na vida com o suor do seu trabalho. Um homem com princípios baseados no respeito ao próximo e vínculos familiares, honesto, trabalhador.

Aproveite para ler também:


Por Monique Gomes

Empreendedora digital, copywriter,
analista de SEO on-page, gestora de tráfego.