Sweet Tooth é como degustar uma xícara de chocolate quente

Sweet Tooth começa devagar, e é melhor assim. No início, não existe uma preocupação maior com a doença misteriosa que afetou a humanidade, a relação com os híbridos, ou como os dois se conectam. Há uma história paralela envolvendo um médico problemático que se torna mais importante depois…

Sweet Tooth, ou bico doce

Sweet Tooth é uma adaptação de um gibi de mesmo nome, escrito e ilustrado por Jeff Lemire e publicado pelo selo Vertigo da DC Comics a partir de 2009. O programa também teve uma jornada única através do processo de produção, ganhando grandes proporções nomes e lendas do gênero de adaptação de quadrinhos. A série é estrelada por Will Forte, do SNL , e é narrada por James Brolin.

Gus, o personagem principal da nova série Sweet Tooth da Netflix baseada na história em quadrinhos de Jeff Lemire, é um jovem que luta para sobreviver em um mundo devastado por uma pandemia… Mas enquanto o mundo ao seu redor vive o caos, ele nunca perde o otimismo.

Suas orelhas se animam quando ouve falar de chocolate ou maçãs doces, e ele tem uma crença quase ingênua em pessoas em quem nem sempre se deve confiar. Em um momento em que somos inundados com histórias pós-apocalípticas sombrias, Sweet Tooth e sua adorável liderança oferecem algo muito bem-vindo: esperança.

O que torna a série diferente são as criaturas chamadas híbridos: misturas de humanos e animais que surgiram pela primeira vez (nascidas de pais humanos) ao mesmo tempo em que o “doente”, como é chamado, começou a matar pessoas.

Sweet Tooth é estrelada por Christian Convery como Gus, Nonso Anozie como Tommy Jepperd, Adeel Akhtar como Dr. Aditya Singh, Aliza Vellani como Rani Singh, Stefania LaVie Owen como Bear, Dania Ramirez como Aimee Eden, Neil Sandilands Forte como Abade Geral, Will como Pai e James Brolin como Narrador.

Quem é o narrador?

Apesar de ser uma presença constante na série, o narrador não aparece como personagem e não há explicação para quem ele é, pelo menos não na primeira temporada. Talvez nunca saibamos e ele é simplesmente um bom apresentador de conto de fadas.

De onde Gus veio?

Gus foi criado para acreditar que Pubba era seu pai e Birdie sua mãe. No episódio 7 é revelado que o nome verdadeiro de Pubba é Richard Fox e que era um zelador do Fort Smith Labs, no Colorado.

Birdie é realmente Gertrude e ela era uma geneticista em Fort Smith que fez experiências com Gus, cujo nome é uma abreviatura de Unidade Genética Série 1. A mulher teve um encontro com Richard  e, quando os militares invadiram a instalação, Bertie empurrou Gus aos cuidados de Richard.

Embora ainda não saibamos exatamente como ele surgiu, Gus pode ser o primeiro híbrido que nasceu. Quando o Dr. Singh o vê pela primeira vez, nota que é mais velho que os outros.

Qual a conexão entre o vírus e os híbridos?

Há apenas pistas sobre isso. Judy, a melhor amiga de Birdie, disse: “Uma vez ouvi dizer que eram as duas faces da mesma moeda”. Ela revelou a Bear que “Gus era todo Birdie” e que Fort Smith não era apenas sobre ele. Era sobre o vírus, também conhecido como H5G9. Outra peça do quebra-cabeça: com base em sua idade, Gus poderia ter nascido cerca de um ano antes de o vírus aparecer.

De onde veio o vírus?

As origens do vírus permanecem ambíguas no final da primeira temporada. Mas se você está atrás de algumas respostas agora, apele para os spoilers dos quadrinhos. Vale lembrar que a adaptação da Netflix já se desviou de maneiras significativas da história em quadrinhos original de Jeff Lemire.

O que aconteceu com Jepperd?

Quando Jepperd encontra Gus perto do avião acidentado, ele admite uma difícil verdade sobre seu passado. Que ele e sua esposa tiveram um filho, mas quando descobriu que era um híbrido de ovelha negra, fugiu.

Qual é o nome verdadeiro do Bear?

Também descobrimos qual é a história de fundo de Bear. Quando Judy pergunta a ela qual é seu nome verdadeiro, ela revela que é Becky, Rebecca Walker, e que seus pais adotivos a chamam de Becky Bear.

Ela também revela que os Last Men não os mataram, era o vírus, e que seus pais tinham uma menina híbrida biológica que foi levada embora depois que eles morreram. A irmã mais nova de Bear é rapidamente revelada como sendo Wendy, a filha adotiva de Aimee, que é metade porca e metade humana.

O que pode acontecer na 2ª temp.?

Há muitos obstáculos, incluindo a revelação de que Birdie ainda está viva e bem no Alasca, provavelmente trabalhando para encontrar uma cura. Enquanto isso, Jepperd e Aimee devem traçar um plano para salvar as crianças híbridas nas quais o Dr. Singh está sendo forçado a fazer experimentos. Além disso, há uma chance de Jepperd se reunir com sua filha.

EXISTE ALGUMA LEITURA OBRIGATÓRIA?

À primeira vista, The Return começa exatamente da mesma maneira que Sweet Tooth. Os lápis de Lemire e o trabalho de cores de Villarrubia tentam manter os layouts e visuais da última execução. Algumas páginas de The Return 1 até espelham as páginas de Sweet Tooth 1. Mas se preocupe principalmente com o primeiro Sweet Tooth

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aviso: As páginas associadas ao Blog da Monique
 contém links afiliados da Amazon e isso não afeta 
o preço que você pagará no caso de realizar 
qualquer compra por meio deles. 
O Blog poderá receber uma 
pequena comissão pela venda.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s