Pular para o conteúdo

Pobres Criaturas é divertidamente subversivo

O renomado cineasta grego Yorgos Lanthimos sempre se destacou pela abordagem única na arte cinematográfica. Ele frequentemente faz escolhas surrealistas e absurdas em seus filmes, como “O Lagosta“, “O Sacrifício do Cervo Sagrado” e, mais recentemente, Pobres Criaturas (2024).

Aqui, há uma narrativa repleta de elementos visuais extravagantes e uma história profundamente envolvente. A trama segue Bella Baxter (Emma Stone), uma mulher ressuscitada por um médico excêntrico, enquanto parte em uma jornada pelo continente, deixando para trás sua vida confortável.

>>> O que você vai ler neste artigo:

  • Quem é Bella Baxter?
  • A criatura de Frankenstein
  • Quem é Dr. Godwin Baxter?
  • Bella descobre a verdade
  • Por que Bella abandona Max no altar?
  • Quem é Alfie Blessington?
  • Bella é desprovida de regras sociais e morais
  • O que Bella aprende com as experiências?
  • Por que Bella se torna prostituta?
  • Pobres Criaturas Final Explicado

Quem é Bella Baxter?

Bella Baxter e inicialmente é apresentada como uma mulher com comportamento infantil. No entanto, ao longo do enredo, descobre-se que na verdade ela é Victoria Blessington, uma mulher que cometeu suicídio pulando de uma ponte.

Seu corpo foi encontrado por Godwin (Willem Dafoe), um cirurgião, que viu nisso uma oportunidade para realizar um experimento peculiar: inserir o cérebro do bebê natimorto de Victoria em seu corpo, trazendo-a de volta à vida.

Assim, Bella nasceu com a mente de um bebê em um corpo adulto. Por isso, ela exibe comportamentos infantis, como recusar-se a comer e brincar de forma inocente. Ela é ensinada a chamar Godwin de “Deus”, já que foi ele quem a criou.

A criatura de Frankenstein

Embora não siga os passos da narrativa clássica de Frankenstein de Mary Shelley ou se configure como uma simples adaptação com uma abordagem de gênero, Pobres Criaturas se inspira fortemente na obra.

Bella foi trazida à vida por um cientista e partiu em uma jornada não apenas para explorar o mundo e as pessoas, mas também para descobrir sua própria identidade.

Ao contrário da criatura original de Frankenstein, ela é aceita pela sociedade, mas o mesmo não pode ser dito sobre Godwin, cujos alunos chegaram a se referir a ele como um “monstro”.

Quem é Dr. Godwin Baxter?

Dr. Godwin Baxter é um cientista cujo próprio pai o submeteu a experimentos. Apesar de não ter planejado criar alguém como Bella, ele viu uma oportunidade quando encontrou o corpo quase morto de Victoria.

Intrigado, decidiu experimentar, colocando a mente infantil do bebê de Victoria no corpo da mulher adulta e acompanhou seu crescimento de perto.

Além do interesse científico, Godwin se sentia solitário e buscava companhia. Apreciou o carinho que Bella lhe deu, passando a amá-la como uma filha. A presença dela trouxe alegria à sua vida e preencheu o vazio afetivo.

Como cirurgião profissional, ele fica intrigado com questões biológicas não naturais, e sua experiência parece ser a de amalgamar diferentes animais em criaturas estranhas: um cachorro com corpo de pato, um galo que late como cachorro e um porco com corpo de cabra são todos animais de estimação da casa dos Baxter, comprovando sua prática cirúrgica.

Bella descobre a verdade

Apesar de ter que vender o corpo para ganhar a vida, Bella prefere a situação a ter que fazer um acordo com qualquer homem, especialmente Duncan, que ainda anda por aí.

Durante esse tempo, ela recebe uma carta de Max informando-a de que Godwin está no leito de morte, e Bella retorna a Londres para se encontrar com o pai pela última vez.

Godwin finalmente revela a verdadeira história por trás de seus experimentos com ela, e Bella fica chocada ao saber que foi criada pelo homem que considerava seu pai.

Junto com um leve pesar e tristeza, ela também sente um intenso interesse em saber mais sobre o passado da mãe. Nesse período, porém, ela retoma o relacionamento com Max, que estava esperando por ela, e os dois decidem se casar, com Godwin supervisionando a cerimônia.

Por que Bella abandona Max no altar?

Bella Baxter está sempre ávida por conhecimento. Apesar de parecer satisfeita com a decisão de se casar com Max, sente que há muito a descobrir e aprender. Especialmente após descobrir as mentiras que a acompanharam durante toda a vida, Bella ansiava pela verdade.

Quando Alfie Blessington surgiu para interromper o casamento, Bella viu uma oportunidade de desvendar os mistérios sobre seu passado e exatamente o que levou ela, ou sua mãe, ao suicídio.

Além disso, é possível que ela não estivesse totalmente convencida da ideia de se casar com Max. Esta não seria a primeira vez que ela deixaria Max para explorar o mundo e outros relacionamentos.

Apesar de deixar Max no altar, o final do filme deixa em aberto se Bella e Max se casaram depois de suas experiências com Duncan e Alfie. Talvez Bella tenha percebido que ela e Max podem ficar juntos sem a formalidade do casamento, ou simplesmente podem ser bons amigos.

Quem é Alfie Blessington?

É revelado que Alfie foi marido de Bella em sua vida passada, ou de sua mãe, dependendo exatamente do que consideramos que ela seja. Bella tem o mesmo corpo da mãe, Victoria, então pode ser considerada a mesma mulher, mas seu cérebro e mente são dela.

Mesmo assim, Alfie está pronto para vê-la como a esposa há muito perdida, e se oferece para trazê-la de volta à rotina. Bella não hesita em deixar Max no altar e, em vez disso, escolhe ir com Alfie, retornando a uma vida de aristocracia na propriedade de Blessington.

O que Alfie revela a choca ainda mais, pois, segundo ele, Victoria era uma pessoa bastante cruel que encontrava diversão na miséria dos outros. Ela costumava praticar atos tão cruéis junto com o marido antes de se matar porque havia engravidado e não queria dar à luz.

Bella é desprovida de regras sociais e morais

Bella logo começa a fazer descobertas sexuais com seu corpo e rapidamente fica fascinada por todo o novo mundo que se abre diante dela. Ela começa a ter vários encontros, principalmente com o advogado Duncan Wedderburn (Mark Ruffalo).

Como qualquer outra pessoa que está começando a viver, Bella quer se libertar e ter novas experiências, pois está entediada com a vida dentro da casa dos Baxter. Esse desejo aumenta tremendamente depois que ela é levada ao parque por Godwin e Max pela primeira vez.

Quando Duncan oferece a Bella a chance de viajar pelo mundo em troca de sessões de intimidade, ela prontamente concorda, apesar de já estar noiva de Max. É importante lembrar que Bella é desprovida de qualquer compreensão, ou crença, de regras sociais e morais e, portanto, ela não acha a proposição estranha.

Segundo ela, ela pode muito bem se aventurar com Duncan num momento e depois voltar para acertar um acordo com Max. A ideia de que a sexualidade está interligada com a moralidade e a sociedade também está completamente ausente nela.

O que Bella aprende com as experiências?

Bella decide acompanhar Duncan em uma jornada ao redor do mundo, sem perceber que está se tornando sua amante. Ela não tem reservas em relação a se envolver com outros homens, o que deixa Duncan magoado e irritado, revelando sua natureza mesquinha e insegura.

Quando Duncan tenta persuadi-la a se casar com ele, Bella percebe suas verdadeiras intenções de prendê-la. Sua jornada em “Pobres Criaturas” é sobre liberdade e empoderamento, embora de uma maneira peculiar e distorcida. Bella é impulsionada pelo desejo de aprender mais, mas os homens ao seu redor tentam controlá-la, assumindo o papel de guardiões.

Duncan é o pior deles, disposto a lutar para mantê-la ao seu lado como propriedade sua. Levando-a em um cruzeiro, Duncan tenta restringir seus movimentos e evitar que ela conheça outros homens.

No entanto, Bella encontra resistência mais forte quando faz novas amizades no navio, que a introduzem a novas ideias e conhecimentos acerca da filosofia. Ela percebe um propósito na vida além de aventuras íntimas, especialmente ao testemunhar o sofrimento real das pessoas no Egito.

Sentindo-se comovida, Bella decide doar o dinheiro que Duncan ganhou, mas é enganada pelos tripulantes do navio. Sem fundos, eles acabam em Paris, onde Bella se torna trabalhadora do sexo, confrontando as realidades cruéis de uma sociedade dominada por homens.

Por que Bella se torna prostituta?

Os dois personagens são deixados em Paris e a viagem chega ao fim por falta de fundos. É aqui que Bella se torna trabalhadora do sexo, tanto para ganhar a vida quanto porque está intrigada com a profissão.

Pode-se argumentar que ela não tem permissão para exercer nenhuma profissão melhor neste mundo voltado para os homens. Assim, ela aprende que o sexo nem sempre é uma experiência agradável.

Pobres Criaturas Final Explicado

Bella logo descobre que Alfie pretende mutilar suas partes íntimas na tentativa de garantir que ela nunca terá nenhum impulso físico e nunca sairá do lado dele. No entanto, ela consegue escapar dos planos do homem cruel atirando no pé dele, e depois sai de casa para voltar para Godwin.

Durante o final de Pobres Criaturas, o médico paternal morre, mas Bella opta por honrar seu legado. Em alguns sentidos, Poor Things pode até ser visto como uma história de maioridade, mas no sentido mais distorcido, já adulta, Bella passa pelas descobertas e realizações de alguém que passa pela adolescência.

A ausência de qualquer filtro moralista permite que Bella passe por inúmeras experiências que a amadurecem comparativamente mais rápido e, no final do filme, ela encontra um propósito claro e verdadeiro na vida.

Bella decide se tornar médica, assim como Godwin, e sua primeira cirurgia é implantar um cérebro de cabra no corpo de Alfie. Assim, Alfie é mantido vivo por Bella, mas ele se transforma em uma cabra que só anda mastigando grama. Bella, seu parceiro Max e sua amante de Paris, Toinette, simplesmente olham divertidos.


Por Monique Gomes

Empreendedora digital, copywriter,
analista de SEO on-page, gestora de tráfego.