Love, Death & Robots é um presente pra quem curte animação

A Netflix lançou a segunda temporada da antologia de animação📔 Love, Death & Robots em 14 de maio. Criada pelo diretor de Deadpool, Tim Miller, e co-produzida por David Fincher, se destacou pela ambição, qualidade e grande variedade de estilos de animação.

Love, Death & Robots [Temp.1]

A primeira temporada de Love, Death & Robots apresenta 18 curtas que variam de 10 a 20 minutos, cada um conta uma história totalmente independente, sem conexão direta com outros episódios. Os primeiros fazem jus ao título da série e exploram vários gêneros, desde ficção científica a thrillers violentos e comédias charmosas.

Normalmente há duas abordagens para as histórias contadas na série. O primeiro envolve um cenário rico em que o público é lançado, e há uma refrescante falta de diálogo expositivo. Em vez disso, o espectador é desafiado a se concentrar na dinâmica entre os personagens.

É interessante que esse estilo, muitas vezes, usa cores mais brilhantes e animação 2D, uma lembrança das animações tradicionais. Alguns episódios empregam renderização 3D extremamente detalhada para criar personagens notavelmente realistas que se movem tão suavemente como se humanos reais desempenhassem seus papéis.

Isso é prontamente aparente em A Testemunha (foto), um exemplo brilhante de animação suave, design de personagem detalhado e cores marcantes.

O estilo de arte 2D exclusivo de Zima Blue, ousado em cores e sombras, é inteiramente único na série, enquanto Para Além da Fenda de Áquila está, sem dúvida, na vanguarda da animação renderizada em 3D em termos de detalhe, complexidade e realismo.

Noite de Pescaria é um episódio com animação hipnotizante, mas um enredo simples que, ao mesmo tempo, permite espaço para interpretações sobre temas de nostalgia e idealismo juvenil.

No outro extremo do espectro, o sangue espantoso e a sexualidade que são constantes em alguns episódios podem parecer gratuitos, mas na verdade aumentam a experiência de cada filme em que aparece, na maioria das vezes com cenas de ação de cair o queixo.

Love, Death & Robots [Temp.2]

A segunda temporada corresponde a essas expectativas? Talvez não. Apenas dois ou três episódios combinam com os altos padrões estabelecidos pelas melhores histórias da primeira temporada. Outros são um tanto rasos, apesar do momento ocasional de imagens surpreendentes.

O Gigante Afogado

Tim Miller é o responsável pelo melhor episódio da segunda temporada. O Gigante Afogado é tão imediatamente cativante (especialmente visualmente) quanto o ET de 📔 Steven Spielberg , King Kong, O Pé Grande etc.

O cadáver de um gigante humanoide enorme, nu, é encontrado como uma baleia encalhada na costa de Suffolk. A história é narrada por um acadêmico que mapeia a profanação e a decadência final do corpo.

A curiosidade que o corpo gera nas pessoas acaba se tornando um estudo sobre a própria condição humana. Um clássico da animação de todos os tempos e merecido o número 1 para Love, Death & Robots Volume 2.

O Gigante Afogado é um lindo conto folclórico que funciona como um lembrete agridoce de nossa própria mortalidade e de como os remanescentes de nossa existência, embora impactem o mundo, nem sempre resultam em um legado duradouro.

No geral, Love, Death & Robots  parece um passo na direção certa e prova que novas abordagens ousadas em animação, tecnologia e ficção científica valem a pena. E você, já assistiu?

 

 

 

 

 

 

 

 

Aviso: As páginas associadas ao Blog da Monique 
contém links afiliados da Amazon e isso não afeta
 o preço que você pagará no caso de realizar qualquer 
compra por meio deles. O Blog poderá receber 
uma pequena comissão pela venda.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s