6 Erros que os PREFEITOS cometem na COMUNICAÇÃO

Um problema que parece imperceptível para muitos gestores municipais, mas que desencadeia uma série de situações danosas é a ineficiência na comunicação, que tem como principais consequências a inoperância dos serviços prestados, a frustração da sociedade e o declínio da popularidade do gestor. Como dizia o ex-presidente dos EUA, John Kennedy: “…todos os princípios nos quais a democracia política se baseia dependem em grande parte da comunicação”.

A seguir, acompanhe os 6 principais erros cometidos pelos gestores.

1 Não ter uma assessoria de imprensa.

Uma assessoria proativa divulga informações sobre planos e procedimentos do governo para a imprensa e para a sociedade por meio de sites, entrevistas coletivas, redes sociais, e-mail, etc. Ela deve estar preparada para gerenciar os temas mais polêmicos que possam causar conflitos. Quando as informações não estão acessíveis, abre-se um universo de oportunidades para achismos e boatos que interferem diretamente na imagem do político. É importante lembrar que a equipe responsável por essa ponte direta com o público precisa ser especializada na área. Mensagens inconvenientes, textos mal redigidos e erros ortográficos não são toleráveis e transmitem falta de profissionalismo.

2 Nomear alguém que já possui outras atividades.

Comunicação e marketing andam sempre de mãos dadas. A equipe deve se dedicar exclusivamente a essa atividade. Um funcionário que possui outras ocupações certamente não dispõe de tempo e provavelmente não tem o conhecimento e nem as habilidades necessárias para a função. O resultado é óbvio: a coisa não anda. Ou melhor, anda para trás.

3 Não se reunir com a própria equipe.

A comunicação interna é fundamental para a interação, alinhamento de ideias e o planejamento das ações. Quando as pautas são discutidas em conjunto, cada membro do grupo trabalha com visão e objetivo comuns. Essa irmandade permite que todos caminhem no mesmo sentido, fato que aumenta a motivação e a produtividade. Quando não acontece dessa forma, surgem as famosas falhas na comunicação, abrindo um precedente para o marketing negativo.

4 Desprezar o uso do marketing digital

O atual presidente dos EUA já respondeu perguntas em uma reunião no Facebook através de transmissão ao vivo. Essa ferramenta está disponível para todos os usuários do site. O bom administrador vê a importância da comunicação na era digital e se cerca de pessoas capazes de colocar tudo isso em prática. Ele sabe que esse tipo de estratégia vai aproximá-lo ainda mais da sociedade e ajudá-lo a manter a sua popularidade. Muitos gestores nem sequer mantêm o site da prefeitura atualizado, talvez porque ainda não perceberam que isso é motivo de frustração para a sociedade. As pessoas têm interesse em saber o que de fato estão fazendo com o dinheiro público. É preciso estar atento e obedecer a Lei de Acesso à Informação. Outro erro bastante comum é direcionar toda a comunicação da prefeitura às redes sociais. Trabalhar comunicação e marketing é muito mais que jogar um texto no Facebook.

“Se você não está se comunicando com as mídias sociais, está deixando uma parcela cada vez maior da população fora da conversa. No entanto, se você só se comunica pelas mídias sociais, deixa de fora uma parcela significativa da população”. Anita Dunn, ex-diretora de Comunicação da Casa Branca no governo do presidente Obama.

5 Contratar um porta-voz, mas não mantê-lo informado dos acontecimentos.

Quando o porta-voz ou secretário do governo não sabe prestar nenhuma informação relevante sobre uma situação, o sentimento que a instituição transmite nesse momento é de baderna, desorganização. Se quem deveria saber não tem conhecimento, quem busca pela informação vai continuar sem saber. Entra em cena o famoso diz-que-diz de mitos e verdades. Para manter um funcionário como porta-voz, é preciso conceder autoridade a ele. De que maneira? Fazendo com que ele participe das reuniões e discussões, dialogando diariamente com ele.

6 Apresentar as realizações da administração apenas no final do mandato.

No último ano de mandato, o gestor se dá conta que trabalhou muito, no entanto muitos não têm conhecimento das realizações que ele promoveu – por conta dos erros listados acima. Organizar um informativo ou revista impressa no final da gestão pode ajudar a montar um registro, mas não vai contribuir para a gratidão da sociedade se o objetivo for a reeleição.

monique-tmMonique Gomes é blogueira, jornalista freelancer certificada em Marketing de Conteúdo e Co-fundadora do Projeto TM Fácil.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 143 outros seguidores

.

capa-curso

Anúncios

3 comentários sobre “6 Erros que os PREFEITOS cometem na COMUNICAÇÃO

  1. Monique, seus comentários são de uma sabedoria admirável! Vimos nos tempos atuais, que infelizmente ainda existem administrações públicas que se fecham de tal forma e se enquadram perfeitamente neste perfil; o povo desconhece suas ações e isso é demasiadamente negativo. Necessário se faz que os Gestores públicos se acerquem de profissionais qualificados e façam um trabalho competente e aberto.

    Curtido por 1 pessoa

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s