Produzir conteúdo no blog ou nas redes sociais: o que é melhor?

Produzir conteúdo no blog ou nas redes sociais é uma dúvida comum de quem quer se beneficiar das maravilhas do marketing de conteúdo/digital.

Na maioria das vezes, os blogs se concentram em conteúdo de formato longo, enquanto as redes sociais são uma forma mais curta e objetiva de se conectar com o público. Mas as diferenças não param por aí.

Qual a diferença entre blog e redes sociais?

Blogar envolve criar conteúdo para tornar o site/blog mais atraente e bem classificado em mecanismos de pesquisa como o Google. Se isso é importante? Ora, todo mundo usa o Google para pesquisar sobre um produto, uma empresa, uma personalidade.

Então, você precisa marcar presença lá!

Já as rede sociais são formas de compartilhar informações rápidas e interagir com as pessoas. Observe que aqui, os conteúdos ficam embaralhados: é difícil encontrar algo na busca tempos depois da publicação ser feita.

Adotar um site/blog com domínio próprio significa que você é o proprietário da coisa — ao contrário das redes sociais, que a qualquer momento podem deixar de existir ou serem substituídas por outras de acordo com a vibe do momento.

Ao mesmo tempo, nas redes é possível desenvolver uma comunidade maior, o que não quer dizer que seja mais forte. Se alguém está seguindo centenas de pessoas, é provável que não veja muitos de seus posts.

Esses canais são competitivos demais porque a linha do tempo tem atualização contínua. Um novo tweet aparece a cada segundo e milhões de tweets são enviados todos os dias. É o mesmo para Facebook, Instagram, Pinterest e todas as outras redes sociais.

Também é muito fácil conseguir seguidores falsos, embora seja pouco provável fazer o mesmo com a lista de inscritos do blog.

As postagens no blog são duradouras

Quando você escreve um artigo sobre um tópico perene como fitness ou qualquer coisa, depois de anos ou décadas as pessoas ainda estarão procurando por isso e chegarão no seu blog.

Claro que isso vai depender de alguns fatores, como: relevância da informação, aplicação de SEO (otimização de palavras-chave) e escaneabilidade do texto.

Em 2017 eu escrevi Tudo o que você precisa saber sobre o glúten e até hoje, em 2022, o post recebe visitas. Outros artigos que publiquei há mais de 10 anos me surpreendem quando são acessados.

O blog é um tipo de investimento único. Enfim, a base para todo o sucesso do blog é que as postagens são duradouras e relevantes quando comparadas às mídias sociais.

Você cria suas próprias regras

Ao criar um blog no WordPress, por exemplo, você tem o seu site/blog e pode fazer o que quiser com ele.

Não há nenhuma maneira de outras pessoas excluírem o conteúdo, a menos que o site seja hackeado.

Você pode começar a construir uma lista de e-mail a partir do tráfego do blog e capitalizá-la sendo capaz de direcionar o tráfego.

O que estou tentando destacar aqui é que é possível controlar a plataforma e o público que você constrói por meio do blog.

Os blogs ajudam a aumentar as vendas

Com o tempo, quando você escreve sobre um tema específico que seja útil para o seu público, você será percebido como um especialista naquele assunto. De certa forma, as redes sociais também fazem isso e, agora, a vantagem é que dá para linkar o post nos Stories (até que enfim!!!).

Com o blog sendo classificado no Google, as pessoas começarão a olhar para você como uma fonte confiável de informações por causa da confiança que têm no buscador, que o classifica e recomenda nos resultados de pesquisa e em geral.

Alguns obstáculos que vêm junto com o blog

Criar postagens de blog não é uma tarefa fácil, até porque nada pode ser feito aleatoriamente. Precisa planejar o conteúdo com estratégia, usar e abusar da criatividade, fazer pesquisas em fontes confiáveis, por vezes, entrevistas. Leva tempo e esforço para desenvolver conteúdo, revisar, editar a imagem mais adequada e etc.

Há muito trabalho por trás da publicação de blogs que só um blogueiro conhece. Além de tudo, os resultados não são instantâneos: o algoritmo do Google precisa de um tempo para “confiar” no seu blog e “entender” que você está produzindo conteúdo de qualidade. Ele gosta quando o blog mantém uma certa frequência de publicações.

Como você depende dos mecanismos de pesquisa para direcionar o tráfego para o seu site de forma gratuita, há uma série de fatores que determinam quando você verá os resultados do seu trabalho em seu blog.

Um deles é o SEO.

O que é SEO?

SEO é um processo de otimização com o objetivo de melhorar a classificação do site nos resultados de pesquisa e obter mais tráfego orgânico (não pago).

Em outras palavras, são todas as ações que você ou a sua equipe realiza para fazer o Google considerar o site uma fonte de qualidade e classificá-lo em uma posição superior para as consultas de pesquisa.

Na verdade, o SEO pode e deve envolver outras disciplinas do marketing digital, incluindo: conteúdo, branding, relações públicas, experiência do usuário etc.

Vamos ver as vantagens das redes sociais

O maior benefício das redes sociais é construir relacionamentos duradouros com as pessoas, independentemente da distância.

Assim, é possível:

  • aumentar a sua base de seguidores;
  • se tornar autoridade num determinado assunto;
  • encontrar um novo parceiro de negócios;
  • ter novas ideias e oportunidades;
  • realizar eventos, enquetes e nutrir a comunidade;
  • aproveitar o marketing boca a boca da sua marca;
  • saber quais os problemas que seu público está enfrentando conversando com eles;
  • receber feedback instantaneamente.

Este é um grande benefício das redes sociais: ser capaz de criar e manter relacionamentos com outras pessoas e sustentá-las por um período mais longo. Mas lembre-se: você cria e publica uma peça de conteúdo nas redes sociais hoje e ela não será tão relevante depois de um mês.

Afinal, postar no blog ou nas redes sociais?

O site/blog deve funcionar como um portal ativo de notícias, artigos, dicas etc. Um banco de dados constantemente atualizado.
É o fluxo dos textos elaborados com técnicas de SEO (otimização de palavras-chave) que trazem tráfego (visitantes) para o site por meio do Google, de posts nas redes sociais, compartilhamento em grupos de WhatsApp e outros recursos.

Interagir com o público nas redes sociais está em segundo lugar no ranking de importância por diversos motivos. Primeiro, porque a entrega da mensagem é baixa (apenas uma pequena parcela de seguidores recebe o conteúdo). Segundo, porque as informações ficam emaranhadas no feed, o que inviabiliza consultas posteriores.

No entanto, artigos no site/blog + posts nas redes sociais são duas ferramentas que, juntas, se complementam. Enquanto os artigos asseguram a longevidade da informação, as redes sociais cumprem o papel de informar em tempo real.

Gostou da diferença entre postar no blog ou nas redes sociais? Se você puder misturar ambos, terá uma grande presença na web.

Para receber outras dicas, me segue lá no Instagram ou assine a newsletter no final do post.

Aproveite para ler também: Confira os erros mais comuns no marketing de redes sociais.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s