20 Filmes bem estranhos para quem adora esquisitice😆

Você também curte um filme esquisito do tipo que te faz pensar: “Como é que é esse negócio aí”? Muitas vezes dá pra entender o que o autor quis dizer, em outras é preciso pesquisar pra pegar a referência. Mãe (2017), por exemplo, é um filme controverso: tem gente que adora, mas a maioria odeia hahaha

Eu particularmente gosto, porque tem uma narrativa confusa que me tirou da zona de conforto. Fiquei criando várias teorias e, no final das contas, uma estava certa. Ao mesmo tempo, não é um título que eu assistiria novamente (fiquei agoniada quando invadiram a casa rs).

Algumas histórias são tão malucas que a princípio você pode imagina que o roteirista fumava um bagulho muito doido enquanto escrevia. Por isso que é bom… veja esta lista de filmes fora da caixinha que eu vasculhei no Prime Video. Prepara a pipoca.

1. 1408 (2007)

Mike Enslin (John Cusack) é um escritor de uma série de livros populares sobre casas mal-assombradas. Ele está totalmente desmotivado para trabalhar. Ao saber sobre um hotel chamado The Dolphin na cidade de Nova York, decide que deve ir para lá e ficar no quarto 1408 a pedido do gerente Gerald Olin (Samuel L. Jackson).

Mike está prestes a aprender que alguns males são reais e, ao tentar escapar da Sala 1408, talvez tenha que enfrentar o passado do qual está fugindo. Dirigido por Mikael Håfström, o filme é uma adaptação do conto de Stephen King “1408”.

2. O Nevoeiro (2007)

O filme de 2007 de Frank Darabont, The Mist, também é uma adaptação do romance de Stephen King de 1980. A história gira em torno de vários membros da pequena cidade costeira de Bridgton. Uma tempestade terrível desencadeia uma névoa estranha que envolve a cidade, forçando todos a se abrigarem em um supermercado e lutarem contra monstros sedentos de sangue escondidos na neblina.

Quando invasores alienígenas infernais entram em cena e causam a morte de vários dos clientes igualmente enfurnados na loja, os sobreviventes se dividem em várias facções para determinar a melhor maneira de escapar da terrível situação.

3. O Morro dos Ventos Uivantes (2012)

Por mais que seja uma história de obsessão romântica, O Morro dos Ventos Uivantes também é uma saga de ódio familiar, um olhar inflexível sobre a forma como a crueldade e o preconceito são transmitidos de uma geração a outra.

Na visão de Andrea Arnold, o ódio acumulado sobre Heathcliff, um jovem adotado pela família Earnshaw, é mais explicitamente racial do que no livro. Heathcliff é interpretado por dois homens negros (Solomon Glave quando jovem, James Howson como um adulto).

Visualmente, o tom do filme é perfeito – tudo está encharcado de neblina e filmado daquela forma com câmera trêmula e portátil que é irritante para alguns, mas transmite com precisão os sentimentos viscerais vivenciados pelos personagens.

Mesmo quando crianças, Catherine e Heathcliff parecem tristes e deprimidos e, no final do filme, você se vê quase ofegante por uma pausa dessas casas opressivas e mal iluminadas. No entanto, é Andrea fazendo seu trabalho bem — afinal, a fonte do filme não é exatamente uma festa.

📔 O Morro dos Ventos Uivantes, editora Dark Side

4. Crepúsculo (2008)

Crepúsculo | VEJA

Crepúsculo não é um filme especialmente bom. Na maioria das vezes, o diálogo é ruim para rir alto e algumas das atuações são deprimentes. O ritmo é irregular, há uma abundância de personagens secundários que não servem a nenhum propósito real e muitas cenas se arrastam por tempo demais.

Mas, conforme a dinâmica aumenta e o melodrama romântico atinge o ápice, é difícil não se divertir — pelo menos um pouco — com o que está acontecendo na tela. Bella Swan (Kristen Stewart) se mudou de Phoenix para a pequena cidade de Forks no estado de Washington no meio de seu primeiro ano.

Ela é imediatamente atraída por Edward (Robert Pattinson), um vampiro no meio da galera. Os dois têm um início difícil, mas eventualmente se reúnem, se beijam e vão escalar árvores…

📔 BOX Crepúsculo 4 volumes

5. Meu Namorado é um Zumbi (2013)

Guardiã da Meia Noite: GMN MOVIE'S REVIEW: Meu Namorado é um Zumbi

Baseado no romance de Isaac Marion, essa comédia romântica de zumbis é estrelada por Nicholas Hoult como R, um zumbi sensível com sentimentos e um monólogo interior que se apaixona pela humana Julie (Teresa Palmer) depois que ele a salva de um ataque zumbi.

No entanto, há alguns problemas: primeiro, ele acabou de comer o namorado dela (Dave Franco); e segundo, seu pai militarista (John Malkovich) tem a intenção de exterminar a população de zumbis remanescente. O casal tem uma ótima química, especialmente considerando que ele é um zumbi, e o roteiro inventivo e engraçado do diretor e roteirista Jonathan Levine parece se divertir junto.

6. Inside Llewyn Davis (2013)

Inside Llewyn Davis - Official Trailer [HD] - YouTube

Os irmãos Coen são conhecidos por dirigir filmes com uma mistura única de humor excêntrico, caracterizações peculiares e observações agridoces. A comédia ácida Inside Llewyn Davis não é diferente. O filme segue um músico infeliz lutando para sobreviver na cidade de Nova York durante os anos 1960. As estrelas Oscar Isaac, Carey Mulligan, Justin Timberlake e Adam Driver apresentam seus próprios números musicais.

Llewyn Davis (Oscar Isaac) é um cantor folk em 1961. Ele acabou de fazer carreira solo após a perda de seu parceiro Mike e tenta conseguir shows rápidos de amigos no Gaslight Cafe. Davis está enfrentando uma semana particularmente difícil quando fica preso com o gato de um amigo e descobre que pode ter engravidado Jean Berkey (Carey Mulligan), que é a esposa de seu amigo Jim (Justin Timberlake).

O filme é inspirado na vida do cantor Dave Van Ronk (30/06/1936 a 10/02/2002).

7. A Lição (2016)

The Lesson (2015) - IMDb

É um drama sociológico corajoso ambientado em uma cidade inglesa rural deprimida. Somos apresentados aos personagens principais: Fin (Evan Bendall ), de dezesseis anos , agindo sobre a morte de sua mãe cometendo atos aleatórios de delinquência juvenil, muitas vezes na companhia de seu melhor amigo Joel (Rory Coltart ); O grosseiro irmão mais velho de Fin, Jake (Tom Cox) e a namorada polonesa de Jake, Mia (Michela Prchalova).

Entre as desventuras de Fin e Joel está o desrespeito total ao infeliz professor de inglês, Sr. Gale (Robert Hands), incluindo colocar chiclete mastigado no cabelo na frente da classe inteira. Portanto, não é surpreendente quando os dois adolescentes são repentinamente nocauteados uma noite, acordam e se encontram no porão do professor, amarrados a carteiras com dicionários ao alcance do braço.

Assim começa a sessão de ensino titular em que o cada vez mais perturbado Sr. Gale oferece um curso intensivo literal sobre literatura inglesa, apresentando seus pontos por meio de métodos como pregar as mãos de Fin em sua mesa e cometer atos ainda mais bárbaros.

8. Você nunca esteve realmente aqui (2017)

Joaquin Phoenix interpreta um homem chamado Joe. Quieto, assombrado e parecendo mais velho por causa de uma espessa barba de homem da montanha, o solitário aparece pela primeira vez em um quarto de motel enquanto arruma o que parece ser a cena de um crime.

Ele lava o sangue de um martelo, queima a foto escolar de uma jovem e apaga as chamas com uma Bíblia tirada da gaveta da mesinha de cabeceira. Na trilha sonora, as pistas dissonantes mostram o estado mental desgrenhado de Joe.

Você Nunca Esteve Realmente Aqui é um filme de mostrar e não contar. Intencionalmente ou não, a história mantém você à distância de um braço, nunca permitindo que chegue muito perto. Considerando o estado de espírito de Joe, talvez seja o melhor.

9. O Sacrifício do Cervo Sagrado (2017)

O Sacrifício do Cervo Sagrado – Crítica - Duas Torres

Steven Murphy (Colin Farrell), um cardiologista, e sua esposa Anna (Nicole Kidman), uma oftalmologista, têm dois filhos, a adolescente Kim (Raffey Cassidy) e o pré-adolescente Bob (Sunny Suljic). Suas vidas abastadas em Cincinatti não se preocupam muito com quem regará as plantas ou quem levará o cachorro para passear.
Por meses, Steven se encontrou com um menino de 16 anos chamado Martin (Barry Keoghan), filho de um de seus ex-pacientes que morreu na mesa de operação. Quando Martin tenta uma aproximação maior e é frustrado, uma indescritível deficiência atinge as crianças Murphy. Se Steven não fizer um sacrifício, isso pode resultar em algo pior para sua família.

10. Mãe (2017)

Mãe! (2017)

É um espetáculo macabro de repulsa, um verdadeiro caos. Jennifer Lawrence e Javier Bardem estão totalmente insanos nesse filme, além da Michelle Pfeiffer de volta à tela grande em um papel coadjuvante agradavelmente cruel.

Lawrence e Bardem interpretam um casal, sem nome, que vive em uma casa no meio do nada. Enquanto ela evidentemente assume a tarefa de design e decoração como um projeto apaixonado, o famoso marido continua com a vocação agonizante: tentar e não conseguir escrever.

Ele é um famoso autor e poeta popular cuja obra tocou profundamente as pessoas, mas está lutando contra o bloqueio de escritor, incapaz de escrever suas palavras desesperadamente sensíveis com uma caneta-tinteiro antiquada no que parece um pergaminho. As coisas começam a ficar mais estranhas quando alguns visitantes batem à porta.

11. No Portal da Eternidade (2018)

No Portal da Eternidade – Van Gogh e a rejeição

“O que você pinta?” A pergunta vem de um interno de asilo que está sentado ao lado de Vincent Van Gogh (Willem Dafoe). Ele responde: “Luz solar”. Essa pode ser uma das melhores descrições da arte de Van Gogh.

Em sua breve permanência nesse planeta (ele morreu em 1890 aos 37 anos), e no período mais criativo, Van Gogh pintou flores, campos de trigo, vinhedos, cafés, cadeiras, barcos, noites estreladas e a si mesmo. Ao mesmo tempo, pintou a santidade estática que viu em cada luz com gotas místicas de sensualidade e espírito.

O filme é sofisticado o suficiente para retratar o artista como uma personalidade depressiva que usava a natureza e sua paixão por transformá-la em pintura.

12. A moça da limpeza (2018)

Crítica | A Moça da Limpeza (2018): isso é tão estranho – Blog do Kira

Alexis Kendra (também co-roteirista do filme, junto com o diretor Knautz ) interpreta Alice, uma esteticista que está tentando terminar um caso com um homem casado. Ela contrata Shelly ( Rachel Alig ), fortemente desfigurada , uma trabalhadora de manutenção em seu prédio, como faxineira. As duas se tornam amigas, o que parece ajudar Alice a esquecer seus problemas, apesar do fato de que ela parece ter pena de Shelly mais do que qualquer outra coisa. Previsivelmente, porém, isso trará problemas próprios, que podem complicar ainda mais a vida de Alice.

“The Cleaning Lady” é, antes de mais nada , um conto de obsessão e, nesse sentido, funciona muito bem. O passado de Shelly é gradualmente explorado, o que ajuda a explicar seus sentimentos por Alice; ela quer torná-la perfeita , talvez para compensar suas próprias imperfeições físicas. É uma amizade muito improvável, que de alguma forma consegue parecer natural e realista; o público não pode deixar de ver seus próprios relacionamentos refletidos na tela. Esse é o tipo de filme de terror que fica na mente do espectador; aquele que atinge um nervo e se relaciona com algo com que qualquer pessoa pode se identificar.

13. Thunder Road (2018)

Thunder Road 2018 Movie Screencaps - Best Movies of 2018 | Good movies, 2018 movies, Movies

Jimmy Arnaud (interpretado pelo próprio escritor e diretor, Jim Cummings) é um policial que luta contra três crises pessoais importantes: seu divórcio, a morte da mãe e seu gênio indomável. O filme certamente vai significar coisas diferentes para pessoas diferentes. Muitas verão apenas uma comédia de humor ácido e estão parcialmente certas.

A genialidade do filme é que ele caminha sobre uma linha tênue entre o humor situacional e o drama pessoal. Aborda sentimentos de perda, masculinidade frágil, falta de tato para lidar com as adversidades e muito mais.

14. Sofá assassino (2019)

Killer Sofa (2019): O sofá assassino mais fofo que eu já vi – O.S Geek

Sofá Assassino  é um filme de terror independente escrito e dirigido por Bernie Rao. Depois de uma breve introdução explicando a origem dos móveis malignos e apresentação de personagens, o filme foca numa garota chamada Francesca.

Ela se torna a nova dona de uma poltrona reclinável por meio de um bilhete deixado em um depósito com instruções para que seja entregue a ela. Mas Francesca tem muitas outras coisas em mente, já que seu ex-namorado Frederico foi encontrado morto. A moça tinha entrado com uma ordem de restrição contra ele, então a polícia a investiga.

As cenas em que a poltrona está matando ou tentando matar pessoas são muito bem filmadas e criativas. E a atmosfera neste filme era realmente muito boa, apesar do conceito cafona.

15. The Vast of Night (2019)

Uma história de filme B com diálogos inteligentes que parecem arte de primeira filmado com um orçamento apertado. É puro entretenimento de ficção científica. Construindo lenta e surpreendentemente com diálogos pesados ​​para o gênero, o filme segue o animado operador de mesa telefônica Fay (Sierra McCormick) e o DJ Everett (Jake Horowitz) de rádio que fala rápido, trabalhando uma noite durante o grande jogo de basquete da cidade.

Fay está trabalhando sozinha quando ouve o som pela primeira vez, uma pulsação eletrônica não identificável e áspera. A certa altura, uma mulher telefona gritando sobre algo, o céu, a terra (“vamos para o porão”), sua voz tensa entrando e saindo enquanto um cachorro late freneticamente e o som pulsa assustadoramente. Logo após reproduzir o áudio no ar, coisas bizarras começam a acontecer.

16. Midsommar (2019)

Edição do diretor de Midsommar ganhará edição em 4K

Dani (Florence Pugh), jovem americana que sofreu uma perda indescritível, se reúne com o namorado Christian (Jack Reynor) e mais alguns amigos. onde planejam visitar a cidade natal de Pelle (Vilhelm Blomgren) para participar da ancestral comemoração do midsommar — um evento que acontece lá a cada 90 anos.

Christian e Josh (William Jackson Harper) são antropólogos com interesse nas tradições locais, enquanto Mark (Will Poulter) quer saber apenas das mulheres. Pelle, a princípio, parece um pouco com saudades de casa, embora esteja suspeitamente ansioso para ter Dani junto.

As pessoas da comunidade isolada, conhecida como Harga, parecem amigáveis ​​o suficiente, embora um pouco incomuns. Tudo o que fazem parece limitado por um ritual, seja a maneira de comer, lavar a roupa ou flertar com seus novos visitantes. Sem surpresa, essa máscara começa a cair, medida que seus costumes se tornam bárbaros a cada dia que passa.

17. Aniara (2019)

Assistir Aniara Online - Dublado e Legendado - UltraFlix

A enorme nave de transporte Aniara está levando milhares de colonos a Marte. O navio é tão grande e chique que possui 21 restaurantes, boates, salões de bronzeamento etc., tudo para passar o tempo em uma viagem de três semanas.

Mas esta viagem através do oceano do espaço torna-se totalmente “Titanic” quando os detritos espaciais destroem os tanques de combustível da nave, fazendo com que a tripulação despeje seu combustível nuclear. A colisão os tira do curso, enviando a nave para as regiões inferiores sem qualquer meio de propulsão.

18. O Farol (2019)

Crítica | O Farol é cinema divino: bíblico, mitológico e perturbador - Canaltech

O pesadelo emocionante de Robert Eggers mostra dois faroleiros no Maine do século 19 enlouquecendo melancolicamente juntos: um casamento tóxico, uma dança da morte. É explosivamente assustador e cativantemente belo no monocromático feroz do diretor de fotografia Jarin Blaschke, como uma amostra do medo. E as performances de Willem Dafoe e Robert Pattinson têm um golpe certeiro.

19. Borat Subsequent Moviefilm (2020)

Borat Subsequent Moviefilm' mira seguidores de Trump e negacionistas do Holocausto | Cinema | G1

O repórter de TV “Cazaque” de Sacha Baron Cohen (mesmo que ele fale hebraico) viaja de volta aos Estados Unidos, 14 anos após sua última escapada de longa-metragem. Desta vez, Baron Cohen trouxe sua filha adolescente (que fala búlgaro) com a missão de dá-la “como um presente” a alguns políticos americanos poderosos.

No clássico estilo borático, o documentário segue a dupla maluca em uma cavalgada pela América de Trump, filmando performances sinceras de personagens desavisados ​​que vão desde crentes de QAnon a ativistas republicanos. Até mesmo a pandemia de coronavírus, que atingiu os Estados Unidos enquanto o filme estava sendo rodado, é subvertida como um ponto da trama cômica.

20. The Voyeurs (2021)

Crítica: The Voyeurs (2021) tem referências, mas não encanta - pipocainan

Sydney Sweeney e Justice Smith estrelam o thriller erótico atrevido, bobo e extremamente confuso The Voyeurs. Aqui, o escritor e diretor Michael Mohan pega todas as lições dos thrillers eróticos selvagens dos anos 1990 e os traz para a era moderna.

Um jovem casal, Pippa e Thomas (Sweeney e Smith), mudam-se para o primeiro apartamento juntos em Montreal, Canadá. Eles estão ansiosos para seguir com suas respectivas carreiras antes de se tornarem adultos mais responsáveis ​​com casamento e filhos.

Pippa e Thomas se amam, mas ela parece desejar um tempero extra no relacionamento. Seu apetite pode finalmente ser satisfeito quando ela e Thomas percebem que suas grandes janelas mostram o dia a dia dos vizinhos, que também têm grandes janelas de vidro transparente.

E aí, gostou da lista de filmes estranhos? Para acompanhar as novidades do Blog, me segue lá no Instagram, minha página no Facebook ou assine a Newsletter no final do post.


Além de Frete GRÁTIS ilimitado em milhões de produtos elegíveis, ao ser membro Prime você tem acesso a filmes, séries, músicas, eBooks, revistas, jogos e muito mais em uma única assinatura, por apenas R$ 9,90/mês. Assine agora mesmo!


.
Aviso: As páginas associadas ao Blog da Monique
contém links afiliados da Amazon e isso não afeta
o preço que você pagará no caso de realizar qualquer
compra por meio deles. É um recurso de
monetização para o blog se manter.

Um comentário sobre “20 Filmes bem estranhos para quem adora esquisitice😆

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s