A verdade sobre o serial killer na nova série Netflix

Pulando para trás e para frente na linha do tempo (talvez mais que deveria), a minissérie O Paraíso e a Serpente, na Netflix, segue os crimes do notório ladrão de joias e serial killer Charles Sobhraj, que aterrorizou o sudeste da Ásia durante os anos 1970.

A série é muito estilosa e retrata tanto a coragem quanto o glamour da década hippie. Também faz um grande esforço para contar as histórias das vítimas de Sobhraj e revelar o heroísmo das pessoas que conseguiram prendê-lo.

O Paraíso e a Serpente é uma história verdadeira?

Inspirado em eventos reais, O Paraíso e a Serpente se concentra na perseguição de Charles Sobhraj e sua namorada Marie-Andrée Leclerc pelo diplomata holandês Herman Knippenberg no final dos anos 1970.

Usando suas identidades assumidas como um casal traficante de joias, Alain e Monique, o casal ganha a vida enganando jovens mochileiros e viajantes rebeldes, prometendo-lhes aventura e moradia gratuita em sua casa em Bangkok.

Apelidado de “A Serpente”, Sobhraj era conhecido por atacar jovens, geralmente viajantes ocidentais (e particularmente mulheres) que faziam seu caminho ao longo da “Trilha Hippie” da década de 1970, ou a rota terrestre entre a Europa e o Sul da Ásia que se tornou popular entre os mochileiros.

Na vida real, Sobhraj fez exatamente isso e foi acusado de mais de 20 assassinatos que incluía vítimas na Tailândia, Nepal e Índia.

O que aconteceu com Charles Sobhraj?

Charles Sobhraj foi preso em 1976 por fornecer grandes quantidades de drogas a um ônibus inteiro de estudantes franceses em Nova Delhi, na Índia. Recebeu diversas acusações e cumpriu 20 anos, mas fugiu após drogar os guardas da prisão com doces envenenados. Ganhou liberdade em 1997, depois que o mandado de extradição para a Tailândia expirou.

Em 2003, foi preso em um cassino de Katmandu e, mais tarde, condenado e sentenciado à prisão perpétua pelo assassinato de Connie Bronzich em 1975. Em 2014, ele também foi condenado pelo assassinato de Laurent Carriere. Atualmente com mais de 75 anos, Sobhraj está sofrendo de problemas de saúde e quer ser solto da prisão. Ele nunca foi julgado pelos supostos assassinatos na Tailândia.

O que aconteceu com Marie-Andrée Leclerc?

A cúmplice de Sobhraj na tela, Marie-Andrée Leclerc, era uma nativa de Quebec que se apaixonou por ele durante uma viagem, tornando-se sua parceira no crime. Na vida real, muitos dos detalhes de O Paraíso e a Serpente são, de fato, verdadeiros.

Interpretada por Jenna Coleman, a atriz revelou que fez uma extensa pesquisa para saber se Marie foi cúmplice dos crimes ou se foi completamente dominada por seu companheiro, e também como ela foi capaz de se distanciar de seus erros.

No final das contas, Leclerc e Sobhraj foram capturados e condenados na Índia, no entanto, ela foi libertada no início dos anos 80 e retornou ao Canadá, após ser diagnosticada com câncer terminal, falecendo em 1984.

O que aconteceu com Ajay Chowdhury?

Em O Paraíso e a Serpente, o destino de Ajay Chowdhury permanece desconhecido depois que Sobhraj o abandona no meio do nada. No entanto, na vida real, o paradeiro dele ainda permanece um mistério até hoje.

Além do alegado avistamento na Alemanha em 1976, ninguém mais viu ou ouviu falar de Chowdhury desde então. No entanto, seu último paradeiro foi na Malásia com Sobhraj, o que pode significar que Sobhraj pode ter matado seu parceiro para escapar da prisão.

O que aconteceu com Herman e Angela Knippenberg?

Depois de deixar a Tailândia em 1977, o casal se divorciou em 1989 e, agora, ambos se casaram novamente. Mais tarde, Angela atuou como subsecretária-geral de Administração nas Nações Unidas até se aposentar em 2015.

Herman serviu como diplomata em nações ao redor do mundo até se aposentar em 2003. Atualmente, mora em Wellington com a segunda esposa, depois de servir como consultor para a série O Paraíso e a Serpente, baseada no seu trabalho como investigador no caso Sobhraj.

 

 

 

3 comentários sobre “A verdade sobre o serial killer na nova série Netflix

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s