23 livros excelentes que Leandro Karnall recomenda

O Leandro Karnall é uma biblioteca ambulante, ô homem inteligente! É por isso que eu sempre fico de olho no que ele diz ou recomenda.

Apesar de demonstrar amor pela palavra escrita, muitos leitores tendem a dedicar a maior parte do tempo consumindo livros em um ou dois gêneros específicos.

E qual é o problema disso? Se você acha que um determinado tipo de narrativa fala com você, não deveria continuar lendo livros que se enquadram nessa categoria?

Bem… sim e não.

É claro que você deseja ler livros que o entretenham e alegrem, mas vale a pena adicionar alguma variedade à sua lista de leitura. Afinal, ler não é apenas um passatempo divertido, mas a oportunidade de aprender e alcançar o crescimento pessoal.

E quanto mais você sai da zona de conforto, maiores são as chances de fazer descobertas e experimentar uma mudança de perspectiva.

16 livros recomendados por Leandro Karnall

Pra te ajudar nessa missão, dá uma olhada nesta lista de livros que o historiador, professor, filósofo e escritor Leandro Karnall sugeriu pra gente.

1. Você é ansioso? | Luiz Felipe Pondé

Independente da pandemia, a ansiedade já era o mal do século. Em Você é Ansioso, Pondé analisa o medo sob o ponto de vista da filosofia, bem como as inúmeras explicações para esse problema que atinge tanta gente. A correria do dia a dia, o excesso de informações, as redes sociais e muito mais.

2. O Lado Bom do Lado Ruim | Daniel Martins de Barros


Como encarar os problemas da existência? Como a ciência ensina a usar a tristeza, o medo, a raiva e outras emoções negativas a nosso favor? O Lado Bom do Lado Ruim aborda essas questões e mostra que os sentimentos desagradáveis não devem ser silenciados. 

3. A Divina Comédia | Dante Alighieri


A Divina Comédia, de Dante Alighieri, é um famoso poema épico medieval italiano que descreve os reinos da vida após a morte. Dante (que nasceu em 1265) escreveu a Divina Comédia em algum lugar entre 1308 e sua morte em 1321, enquanto ele estava no exílio de sua cidade natal de Florença, Itália, que enfrentava uma guerra civil.

A Divina Comédia é dividida em três volumes separados, cada um contendo 33 cantos (ou capítulos). Esses volumes são InfernoPurgatório e Paraíso. Leia a resenha aqui

4. A revolução dos Bichos | George Orwell


A Revolução dos Bichos é uma crítica bem estruturada de como os ideais socialistas são corrompidos por quem corteja o poder. É uma metáfora divertida onde uma fazenda é tomada por seus animais maltratados e sobrecarregados. Os bichos começam uma revolução para criar um paraíso de progresso, justiça e igualdade, administrando o local por conta própria.

🟣 Saiba como fazer a Alexa ler livros para você!

5. Epicuro: Cartas & Máximas


O epicurismo se tornou um tipo universal de visão filosófica do mundo, o compromisso com o qual deveria dar a você a verdade sobre como o mundo é, como funciona, e também dar uma receita para viver uma vida boa como um ser humano pleno. Epicuro: Cartas & Máximas é um conjunto de todos os escritos do autor.

6. Santo Antônio | Edison Veiga


Santo Antônio: A história do intelectual português que se chamava Fernando, quase morreu na África, pregou por toda a Itália, ganhou fama de casamenteiro e se tornou o santo mais querido do Brasil. Leitura recomendada não apenas para católicos, mas para curiosos e apaixonados por história.

🟣 8 revelações sobre Baby Yoda, a estrela de The Mandalorian

7. Eu sou Dinamite | Sue Prideaux


Aqui está Nietzsche como a maioria de nós nunca o encontrou antes: autodepreciativo (ele perde as calças e acha graça), imprevisível e, acima de tudo, sociável – os amigos chegam e vão embora, ele dribla o tempo em um restaurante popular de estudantes. Em Eu Sou Dinamite, Sue Prideaux resiste à tentação de editorializar, de puxar nervosamente nosso braço para ter certeza de que entendemos que Nietzsche é muito mais do que imaginamos.

8. Genealogia da Moral | Nietzche


Genealogia da Moral é composta de três ensaios, todos os quais questionam e criticam o valor de nossos julgamentos morais com base em um método genealógico pelo qual Nietzsche examina as origens e os significados de nossos diferentes conceitos morais.

O primeiro ensaio, “‘Bem e mal’, ‘Bem e mal'”, contrasta com o que Nietzsche chama de “moralidade mestre” e “moralidade escrava”. O segundo, “‘Culpa’, ‘Má Consciência’ e coisas semelhantes”, lida com esses problemas. Nietzsche traça as origens de conceitos como culpa e punição, mostrando que originalmente eles não se baseavam em nenhum sentido de transgressão moral.

O terceiro ensaio, “Qual é o significado dos ideais ascéticos?”, confronta o ascetismo, a força poderosa e paradoxal que domina a vida contemporânea. Nietzsche vê isso como a expressão de uma vontade fraca e doentia.

9. Bauman: uma biografia | Isabela Wagner


A biografia de Izabela Wagner sobre a vida de Bauman oferece uma rica e extensa trajetória de como um jovem judeu se tornou um influente pensador global. Bauman, uma Biografia convida a refletir sobre como a história de vida pessoal de Bauman impulsionou sua análise sociológica da sociedade contemporânea.

10. O Spleen de Paris | Charles Baudelaire


Este livro gratificante argumenta que os poemas em prosa notoriamente ambíguos de Baudelaire são projetados para enganar os leitores, fazendo-os rir junto com as piadas que acabam voltando para eles. Em uma abordagem sofisticada, O Spleen de Paris disseca cuidadosamente os mecanismos usados ​​para manipular os leitores.

11. Medida por Medida | William Sheakspeare


“Medida por Medida” foi originalmente agrupada como uma das comédias de Shakespeare (quando havia apenas três categorias: tragédia, comédia e história), mas mais recentemente foi reclassificada como uma das três “peças problemáticas” de Shakespeare. As peças problemáticas não são claramente comédia nem tragédia, mas misturam elementos de ambas.

Outros livros do mesmo autor recomendados por Leandro Karnall:

12. 📔 O Mercador de Veneza

13. 📔 Hamlet

14.📔 Romeu e Julieta

15.📔 A tempestade

16.📔 A comédia dos erros

17. A Tirania do Mérito: o que aconteceu com o bem comum? | Michael J. Sandel

O filósofo de renome mundial Michael J. Sandel argumenta que, para superar as crises que estão derrubando nosso mundo, devemos repensar as atitudes em relação ao sucesso e ao fracasso que acompanharam a globalização e a crescente desigualdade.

Sandel mostra a arrogância que a meritocracia gera entre os vencedores e o julgamento severo que impõe aos que ficam para trás, e traça as terríveis consequências em uma ampla faixa da vida americana.

Ele oferece uma maneira alternativa de pensar sobre o sucesso – mais atento ao papel da sorte nos assuntos humanos, mais propício a uma ética de humildade e solidariedade e mais afirmação da dignidade do trabalho. A Tirania do Mérito nos aponta para uma visão esperançosa de uma nova política do bem comum.

18. A cilada da meritocracia | Daniel Markovits

Durante a maior parte de nossas vidas, ouvimos e lemos seus princípios de várias formas: “Você obterá da vida o que colocar nela”. “Para progredir, você precisa ser o melhor no que faz.” “Você pode alcançar qualquer coisa que possa imaginar, desde que seja bom o suficiente, trabalhe duro e persevere.”

Como sociedade, fomos ensinados a reverenciar uma cultura baseada no mérito. A alegação de que toda essa configuração é uma armadilha gerará um ceticismo generalizado, e muitos de nós – especialmente aqueles que consideram que avançamos na sociedade por meio de nossas realizações – simplesmente rejeitarão a tese de Markovits sem examiná-la cuidadosamente.

19. A fábrica de cretinos digitais | Michel Desmurget

Este é o título do último livro do neurocientista Michel Desmurget (Lyon, 1965), diretor de pesquisa do Instituto Nacional de Saúde da França, no qual ele tem dados concretos e conclusivos sobre como os dispositivos digitais estão afetando seriamente e, pior ainda, o desenvolvimento neural de crianças e jovens.

“Simplesmente não há desculpa para o que estamos fazendo com nossos filhos e como estamos colocando em risco seu futuro e desenvolvimento”, alerta o especialista em entrevista à BBC Mundo, que tem atrás de si uma vasta obra científica e popular e já passou por renomados centros de pesquisa como o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) ou a Universidade da Califórnia.

20. Homem algum é uma ilha, Thomas Merton

21. A decadência da mentira e outros ensaios, Oscar Wilde

22. A mão invisível, Adam Smith

23. A Vida dos estoicos: a arte de viver, de Zenão a Marco Aurélio., Ryan Holiday

Para receber outras dicas úteis e algumas inúteis para o seu desenvolvimento pessoal, me siga no Instagram, curta a minha página no Facebook ou assine gratuitamente a newsletter do blog no final do post!


SIGA O BLOG DA MONIQUE NAS REDES SOCIAIS:

.

 

Saraiva oferece promoção de livros (desde R$ 9,90) - Ofertas do Dia

Além de Frete GRÁTIS ilimitado em milhões de produtos elegíveis, ao ser membro Prime você tem acesso a filmes, séries, músicas, eBooks, revistas, jogos e muito mais em uma única assinatura, por apenas R$ 9,90/mês. Assine agora mesmo!

 

 

 

 

 

 

Aviso: As páginas associadas ao Blog da Monique 
contém links afiliados da Amazon e isso não afeta o
 preço que você pagará no caso de realizar qualquer 
compra por meio deles. O Blog poderá receber 
uma pequena comissão pela venda.

2 comentários sobre “23 livros excelentes que Leandro Karnall recomenda

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s