O dia em que o universo realmente me ouviu

Outro dia eu tava pensando sobre a incapacidade que meus problemas têm de se reinventar.

Poxa, eu sempre fui uma pessoa extremamente criativa. Custa eles seguirem meu exemplo?

São sempre os mesmos, que tédio.

Será que é pedir demais que vocês sejam um pouquinho mais inovadores?, pensei.

Que se organizem,

Que virem o disco,

Que entrem em processo de metamorfose, evolução ou qualquer coisa desse tipo?

É bom mudar o visual de vez em quando, sabe? É saudável mudar.

Quem sabe, assim, abriria espaço para uma nova espécie surgir.

Renascimento. Renovação. Viva o novo!

Então, mirei para o horizonte e falei:

“Ei, Problemas,

vocês precisam entender que o sentido da impermanência é um princípio budista que nos liberta do apego, pois nada é permanente nessa vida, absolutamente nada!”

O universo me ouviu.

Ontem, ao checar a fatura do meu cartão de crédito, percebi uma cobrança no valor de R$ 541,71 (já convertida em dólares) do serviço prestado pelo site Canvas.

É que, após o período de 30 dias grátis, a empresa passou a cobrar a anuidade automaticamente.

Resultado: perdi parte da tarde em contato com o SAC pra tentar cancelar… e a peleja tá apenas começando!

 

 

 

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s