Fim do estado laico?

Considerando que:

1. O presidente eleito é evangélico;

2. A bancada evangélica no Congresso aumentou consideravelmente;

3. Ninguém respeita estado laico nesse país;

4. A fusão de dois ministérios pode resultar no que chamam de “Ministério da Família”

E…

levando em conta, também, que os evangélicos recusam qualquer ensinamento que não venha diretamente da Bíblia, como será o futuro dos brasileiros que não são evangélicos?

Sexo antes do casamento, nem pensar.

Proibido incentivar adolescente a usar camisinha. Como conter o desejo sexual? Castração química?

Todas as mulheres terão que mudar a forma de se vestir? Afinal, a Bíblia não permite que usem “roupas de homem”.

A frente parlamentar evangélica também é contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Vamos voltar a falar sobre a “cura gay”? Por que tanta obsessão com a preferência sexual dos outros?

Que tal a gente abrir um diálogo sobre igrejas que não pagam IPTU, IPVA, ISS e imposto de renda? Que tal falarmos sobre as crianças que vivem sem família, em dar apoio às mães ou pais que criam os filhos sozinhos ou fazer com que um pai ausente também seja responsável pelo filho? 

O pastor Henrique Vieira, da Igreja Batista do Caminho, é considerado por muitos um rebelde subversivo por pensar diferente. Veja o que ele diz sobre os homossexuais e a Bíblia:

“Como discípulo de Jesus, que entende o amor como algo absolutamente central e essencial na experiência de Deus, tenho o dever de estar ao lado dessas pessoas, respeitando sua integridade física e emocional, sua liberdade de ser.

Algum fundamentalista vai dizer: ‘a Bíblia condena’. Depende de como você lê a Bíblia. É possível pegar um texto bíblico isolado e fazer doutrina, como já aconteceu, para justificar a escravidão ou naturalizar e defender o nazismo. Muitas vezes, o fundamentalismo fica tão preso ao dogma, à letra, que a pessoa perde sensibilidade. Não consegue mais sentir a dor do outro, ou sequer reconhecer que essa violência existe.

Eu leio a Bíblia a partir de alguns critérios: contextualizando o texto historicamente, tendo Jesus Cristo de Nazaré como filtro de interpretação e reconhecendo que a dignidade humana é fator fundamental para eu lê-la e buscar princípios eternos.”

Anúncios

2 comentários sobre “Fim do estado laico?

  1. Sou evangélica e frequento uma igreja tradicional e não vejo Deus, Jesus personificado. Vejo como uma energia do bem, algo harmonioso, sereno e bom. Sou a favor do amor, sem esterótipo. Não importa as escolhas das pessoas, se praticam o bem tá valendo. O problema é a interpretação da Bíblia e como fazem a seu modo e não com neutralidade e racionalismo como deveria. É triste ver pessoas culpando a Bíblia, os evangélicos sem embasamento e de forma generalizada e pior ainda ver os próprios evangélicos tão enraizados em suas superficiais convicções. Seria horrível, se eu pegasse um processo e julgasse de acordo com as minhas convicções e não como deve ser; com neutralidade e racionalidade.

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s