Ubajara e sua tradição centenária no jornalismo

2015. A cidade de Ubajara completa 100 anos de emancipação política. Se fosse possível viajar no tempo, como você acha que seria há cem anos? Já parou para pensar que, naquela época, o mundo era completamente diferente do que é hoje? Não havia computadores, celulares, nem geladeira para conservar os alimentos – além de diversas outras coisas que temos no mundo atual.

Se você puxar conversa com alguém que presenciou – pelo menos uma parte da vida – as primeiras décadas de povoamento de Ubajara, vai descobrir coisas surpreendentes sobre o modo de vida dos ubajarenses. Antigamente o clima era extremamente frio e quando chegava o inverno, muitas famílias mudavam suas rotinas e se reuniam para enfrentar esse período, como uma espécie de hibernação.

No ano 1900, ou seja, há 115 anos, a cidade ainda era um povoado quando José Agapito Pereira desenvolveu o primeiro jornal – escrito a mão. Naquela época já existia a consciência da importância da leitura como propulsora de grandes transformações. Anos depois, essa iniciativa desencadeou a fundação de outros jornais.

Em 1915, ano em que contamos como a data oficial do nascimento da cidade, o jornal A Ibiapaba foi fundado e editado por Manoel Miranda e Craveiro Filho.  Com a elevação da vila à categoria de cidade e anos depois com o advento da revolução industrial, a tradição em publicar periódicos não parou, apenas sofreu algumas pausas entre um jornal e outro.

Fundado e editado por Edmundo Macedo (in memoriam) e eu, o informativo O Senhor da Canoa foi um periódico que circulou entre 1995 e 2002. Com traços marcantes de saudosismo e amor pela terra natal, o impresso conquistou os ubajarenses e virou objeto de colecionador. Mais tarde, em 2005, eu definitivamente incorporei essa tradição de publicar e fundei o Jornal Folha Ubajarense, que contou com o apoio da administração pública. A edição teve periodicidade mensal e foi impressa em papel off-set branco, totalmente colorido.

2010. Na redação do Jornal Folha Ubajarense.
2010. Home Office do Jornal Folha Ubajarense.

Em 2009, reestruturei o projeto e fundei uma versão online e independente do Folha. Foi o início de uma grande revolução, porque até então nenhum outro jornal tinha possibilitado interagir em tempo real com os leitores. Na internet, as matérias mais polêmicas recebiam centenas de comentários, propiciando um debate caloroso e saudável – ou nem sempre, quando alguém não controlava as próprias emoções…

monique-jornal

As atividades do Jornal Folha Ubajarense foram paralisadas em janeiro de 2012, quando me mudei para outra cidade. No entanto, os arquivos ainda estão disponíveis na internet. Para saber mais sobre a história dos jornais editados em Ubajara, acesse http://www.folhaubajarense.com.br e clique na aba História dos Jornais. Acompanhe meu Blog pela internet http://www.blogdamonique.com.br ou curta a fanpage http://www.fb.com/blogmonique para receber todas as atualizações no seu feed de notícias.

[HUMOR] Leia também: A surpreendente história de Uba e Jara
Reza a lenda que foi numa tarde ensolarada de janeiro que Uba e Jara se conheceram. Uba, o índio, tomou o último gole do chá da folha de bamburral, porque estava se recuperando de uma terrível diarreia. Conheça a surpreendente história que origem ao topônimo UBAJARA.

Monique Gomes é jornalista freelancer, blogueira, cinéfila, isenta de glúten e certificada em Marketing de Conteúdo pela Rock Content.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 151 outros seguidores

Anúncios

5 comentários sobre “Ubajara e sua tradição centenária no jornalismo

  1. Sou Ubajara . Ubajara Soares de Oliveira . Meu filho é Ubajara . Ubajara Filho .
    Estive apenas uma vez na cidade . Era o ano de 1987 . Lacrei meu carro com a placa da cidade e rodei com ele , em S. Paulo e Grande ABCDMRP , por sete anos . Um orgulho . Um prazer . Aliás , uma grande alegria receber notícias daí .
    Obrigadíssimo Monique . Com muito apreço ,
    Ubajara

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s