Marketing político na era da informação

Esse post é para você que gosta de política, para você que é político ou aspirante a um cargo público – ou ainda para você que é curioso.

Não é nenhuma novidade que vivemos na era da informação. Peter Drucker, renomado consultor de empresas, foi o primeiro a observar o início dos “novos tempos”, quando os soldados retornaram da II Guerra Mundial aspirando apenas por um emprego seguro e, no entanto, o mercado exigiu deles o ingresso à uma universidade. Foi um marco histórico da valorização do conhecimento sobre o trabalho simplesmente operacional.

Na política, é muito comum a crítica de que o povo deveria buscar informações sobre o candidato antes de votar, conhecer seu passado, suas propostas, etc. Mas de que outra forma o cidadão pode conseguir essas informações se não através da internet?

Uma página profissional, com todas as informações organizadas e atualizadas constantemente, é uma ferramenta mais que obrigatória para o político que deseja obter respeito, credibilidade e empatia. O conteúdo, que deve ser claro e objetivo, precisa estar disponível com o máximo de transparência possível para a sociedade, independente dela ter solicitado. Aliás, essa é a máxima da Lei de Acesso à Informação: “Publicidade é regra e sigilo é exceção”.

O Marketing de conteúdo na era digital abrange diversas plataformas de comunicação. As notícias que são redigidas podem se tornar podcasts (arquivos em áudio). É possível trabalhar com Newsletters (pulverização de informações via e-mail), vídeos, enfim, é importante fazer um planejamento para definir as estratégias, assim como os principais canais que serão utilizados. O importante é usar criatividade na hora de produzir conteúdo e levar em consideração o público que se quer atingir.

A utilização das redes sociais é fundamental, no entanto, pela fácil acessibilidade, se criou a falsa crença de que basta postar algo no perfil pessoal do facebook e pronto. Não é bem assim. Marketing vai muito além disso. As redes sociais são locais de entretenimento e informação. Quem quer construir um relacionamento com o seu público e promover o engajamento para ampliar essa rede precisa oferecer conteúdo relevante e original para o site/blog/redes sociais, manter uma lista de e-mails ativa, entre outras estratégias capazes de manter a longevidade dessas informações para possíveis buscas.

dilmaavatarcriancafacereproOutubro, mês das crianças. Os brasileiros se surpreenderam pelo fato da presidente Dilma ter publicado uma foto da infância no perfil do facebook – uma prática adotada pelos usuários nas redes sociais. Por mais que essa ação tenha sido pensada por uma equipe de marketing, a sensação era a de que a própria Dilma estava participando da brincadeira e todo mundo achou aquilo muito fofo. Estratégias como essas criam empatia com o público e o resultado final é sempre positivo.

Definitivamente, o Marketing de Conteúdo é uma amizade que você deve cultivar com foco, planejamento e ação. Nessa modalidade, você vai poder avaliar os números da sua popularidade, saber quantas pessoas estão acessando o seu conteúdo, quantas estão assistindo seus vídeos, quais os posts mais polêmicos, interagir com o público, tirar dúvidas, etc. Nada impede que você utilize algumas estratégias do marketing tradicional, como por exemplo usar o conteúdo produzido para o digital para fazer um jornal impresso. Apesar de não poder mensurar quantas pessoas leram esse tipo de material, o impresso tem o benefício de atingir as classes menos favorecidas que não utilizam tecnologia.

Monique Gomes é jornalista freelancer, blogueira, certificada em Marketing de Conteúdo pela Rock Content, Co-fundadora do Projeto TM Fácil.
 

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Anúncios

2 comentários sobre “Marketing político na era da informação

  1. Apesar de todo acesso às informações o povo ainda não dá tanta importância em ver aquilo que o seu político fez ou deixou de fazer. Matérias importantes que foram votadas ou deixaram de ser por um ou outro motivo ainda passam despercebidas pela população. É bom saber que a informação ainda é a principal ferramenta que nós temos para pelo menos tentar minimizar os erros de eleger pessoas incompetentes a um cargo público.
    Abraço pra você Monique e um òtimo Ano Novo.

    Curtir

    1. Hoje, com o advento das redes sociais, é muito fácil se manter informado, basta assinar ou “curtir” a FanPage pessoal do seu vereador/prefeito/governador/deputado, que muitas vezes é administrada pela equipe dele, claro, mas que contém informações importantes sobre as ações de políticas públicas. Muitos ainda não têm uma FanPage, por isso o meu texto tem o objetivo de esclarecer, de ajudar, e, claro, tô vendendo meu peixe, pois trabalho com isso, né. hehe. Feliz Ano Novo!!!

      Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s