A verdade não nos fará ricos, mas nos tornará livres


Histórias Cruzadas ( 5 indicações ao Oscar 2012) não é apenas mais um filme sobre preconceito de cor. É uma história de coragem que deu voz a muitas mulheres comuns que estavam presas no universo obscuro da segregação racial. Eu vejo na segregação racial um bicho papão muito pior que o próprio racismo, pois ela é a aceitação dele.

Na década de 60, Skeeter, uma jovem jornalista que trabalha no jornal local, tem um sonho: ser escritora. Uma realidade gritante surge em sua vida e serve como tema de seu livro. As empregadas domésticas. Ela se pergunta por que aquelas mulheres negras, que dedicam anos de cuidado e afeto na criação das crianças brancas, não tem ao menos o direito de usar o banheiro da casa.

A princípio, Skeeter tem dificuldade para entrevistar as empregadas, porque até então o assunto era um tabu. Mas, aos poucos, aquelas mulheres sentiram que, ao narrar as suas histórias, estavam escancarando uma verdade inconveniente que poderia ser o instrumento da libertação delas.

Enfim, o livro é publicado e se torna um fenômeno de vendas (O filme foi baseado no livro A Reposta, de Kathryn Stockett).

Um dos motivos que faz de Histórias Cruzadas um excelente filme é a transformação do ser humano. A mãe de Skeeter, que já estava contaminada com aquele comportamento de superioridade, tomou um choque de realidade quando leu o livro da filha e soltou uma pérola: “ÀS VEZES A CORAGEM PULA UMA GERAÇÃO…”, reconhecendo seus próprios erros.

Outra cena memorável que acontece após a edição do livro é o fim do relacionamento de Skeeter e seu namorado. Ele vocifera: ‘ESTAVA TUDO MUITO BEM POR AQUI. POR QUE VOCÊ FOI CRIAR PROBLEMAS?’ E ela responde: ‘Mas o problema já existia…’ e ele vai embora, deixando a moça em prantos. Na vida real também são poucos são os homens que conseguem permanecer ao lado de uma mulher que tem fome de revolução.

Publicado por Monique Gomes em 02/04/2012.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s