Pular para o conteúdo

O papel da tecnologia na superlotação dos presídios

No Brasil, os números são preocupantes: mais de 800 mil pessoas estão no sistema penal, com a maioria atrás das grades. Além disso, a América Latina enfrenta desafios semelhantes: o México lidera a lista, seguido pela Argentina, Colômbia e Peru.

A superlotação dos presídios é um problema sério e torna a missão da polícia ainda mais desafiadora. Mas a boa notícia é que, de acordo com Rodolfo Gomes, Especialista em segurança de vídeo na Motorola Solutions, a tecnologia está se tornando uma aliada essencial nessa batalha.

Saiba como a tecnologia está transformando o cenário das prisões na América Latina e o que isso significa para a segurança de todos.

Tecnologia de vídeo e uso de software

Os rádios sempre foram os heróis da comunicação em presídios, graças à criptografia supersegura, que impede bisbilhoteiros e interferências indesejadas. No entanto, nos últimos tempos, a tecnologia de vídeo e software de segurança está revolucionando as coisas dentro das grades.

Essa jornada de inovação está entrando em uma nova era com a fusão de todas essas tecnologias, tudo isso graças ao impulso das Cidades Inteligentes. E sabe por que? Porque a segurança é um dos pilares mais importantes das cidades inteligentes, uma prioridade para todos os cidadãos.

Então, como podemos fazer com que as prisões também façam parte desse conceito de cidades inteligentes? Rodolfo acredita que é possível usar recursos específicos que tornem esses ambientes mais seguros tanto para quem está dentro quanto para quem está fora.

O objetivo é melhorar a qualidade de vida em todos os aspectos.

Mais segurança na superlotação dos presídios

A superlotação dos presídios é um problema sério e torna a missão da polícia ainda mais desafiadora.

Uma das estrelas nesse cenário é a segurança por vídeo. Estamos falando de câmeras de alta resolução e durabilidade, tanto fixas quanto móveis, que conseguem enxergar até no escuro.

São sistemas que podem ser instalados estrategicamente para cobrir todos os ângulos, eliminando qualquer ponto cego e proporcionando uma visão completa dentro e ao redor das instalações prisionais.

É uma revolução que está transformando o modo como garantimos a segurança nas prisões.]

Leia também:

Case: rede prisional em Manaus

 Rede prisional em Manaus: vista aérea da cidade de Manaus.

Vamos falar sobre a rede prisional em Manaus, a maior cidade do Amazonas.

Antes, os agentes penitenciários precisavam ficar de olho em várias telas, 24 horas por dia, 7 dias por semana, para detectar qualquer atividade suspeita nas seis instituições prisionais.

Em alguns presídios que não tinham sistemas eletrônicos, eles faziam esse monitoramento a partir de guaritas nas cercas.

Mas a tecnologia de segurança deu uma mãozinha e trouxe uma revolução para tornar tudo mais eficiente:: um software de centro de comando superavançado se tornou o epicentro de todas as informações.

Nele, os agentes podem ver todas as câmeras, controlá-las remotamente, dar uma olhada nas gravações e até gerenciar os rádios de suas equipes. Isso é integração total.

E o que é mais legal é que essa tecnologia também se aproveita da inteligência artificial e análises avançadas para orquestrar todas as operações de forma coordenada com os centros de controle.

Com a automação, o tempo de resposta é super rápido, e os erros são minimizados. Isso é especialmente importante quando cada segundo conta, como nas operações em presídios.

Além de tudo, o hub de comando pode se conectar com sistemas de georreferenciamento, rastreando em tempo real a localização das viaturas por GPS ou telemetria.

Isso deixa as patrulhas e outras ações muito mais seguras para todos.

Como você pode ver, a tecnologia moderna está tornando a superlotação nos presídios mais gerenciável. Afinal, todos merecemos sentir cada vez mais segurança no nosso dia a dia, seja em casa, na rua, no trabalho ou em qualquer lugar.

Por Monique Gomes, jornalista, cinéfila e livre de glúten

  • Afinal, o que é um Beekeeper?

    Afinal, o que é um Beekeeper?

    Com a direção de David Ayer, o filme Beekeeper: Rede de Vingança (2024/Prime Video) entrega a Jason Statham um papel que é ao mesmo tempo novo e familiar. A jornada de Adam Clay (Jason Statham) tem início como um pacato apicultor na fazenda de Eloise. Contudo, a vida tranquila é abalada quando um grupo rouba…


  • The Bye Bye Man é real ou ficção?

    The Bye Bye Man é real ou ficção?

    O filme de terror The Bye Bye Man (2017/MAX) traz um gancho assustador e intrigante. Há quem diga que o homem assustador existiu de verdade, mas será? Baseado em um capítulo de “O Vampiro do Presidente”, do autor Robert Damon Schneck, o filme mergulha em uma das várias lendas urbanas investigadas pelo escritor. A entidade…


  • The 8 Show: todos ganham o prêmio em dinheiro?

    The 8 Show: todos ganham o prêmio em dinheiro?

    Imagine um jogo onde quanto mais alto você está, mais dinheiro você ganha? – literalmente. The 8 Show (2024/Netflix) mergulha fundo na psique humana, além de oferecer uma experiência de entretenimento intrigante. A série Netflix é um reality show fictício bem semelhante a Round 6. Oito jogadores que estão endividados por causa de problemas financeiros.…