Pular para o conteúdo

Filme Inside 2023: final explicado

Inside (Prime Video/2023) conta a história de um roubo de arte que deu errado, mas o que se segue é uma exploração do significado da arte e sua relação com o público — mais precisamente o protagonista, vivido por Williem Dafoe.

Sem surpresa, o final do filme Inside deixou os fãs com dúvidas e precisa ser explicado.

>>> Você vai ler neste post:

  • Sobre o que é Inside 2023?
  • Nemo ficou preso por quanto tempo?
  • Câmeras de vigilância, tecnologia e entretenimento
  • Qual o significado do filme Inside?
  • A tecnologia é uma bênção ou uma maldição?
  • De quem é o cadáver de borracha na sala atrás da parede?
  • Que livro Nemo encontra na sala do autorretrato?
  • Nemo tem transtornos mentais?
  • O que aconteceu no final do filme Inside? Willem Dafoe escapou ou não?

Sobre o que é Inside 2023?

O ladrão de arte Nemo (Willem Dafoe) adentra uma cobertura luxuosa de alta tecnologia na Times Square, Nova York. A missão é roubar algumas peças de arte, incluindo um autorretrato muito valioso.

O proprietário da casa e a filha estão fora da cidade. O ladrão enfrenta dificuldades para encontrar a obra mais desejada e é alertado pelo amigo no rádio para sair em 7 minutos com o que puder, pois o sistema de segurança foi comprometido.

Ao chegar à porta principal para escapar, o protagonista descobre que o código inserido está incorreto, o que desencadeia os alarmes. A porta da varanda se fecha, trancando-o lá dentro.

A cobertura se torna uma prisão. O comparsa avisa que ele está por conta própria e desliga, deixando-o com os alarmes ensurdecedores. As conexões são cortadas, exceto por luzes e ar condicionado que oscilam com extremas temperaturas.

A água também é desativada. Nemo agora está preso dentro, sem um plano de fuga imediato. Ele precisa usar a astúcia para encontrar uma rota de escape.

Nemo ficou preso por quanto tempo?

Ele permaneceu confinado dentro do apartamento por várias semanas, embora alguns detalhes sugiram que ficou enclausurado por, pelo menos, alguns meses.

Por exemplo, após várias semanas, Nemo observa fogos de artifício, seguidos mais tarde pela queda de neve sobre o corpo já decomposto de um pombo com quem havia interagido anteriormente.

A origem dos fogos de artifício não fica clara, podendo ser associada às celebrações do 4 de julho ou à véspera de Ano Novo, sendo esta última mais provável.

Independentemente disso, “Inside” indica que o personagem interpretado pelo renomado ator de terror Willem Dafoe ficou confinado por vários meses, testemunhando as mudanças de estação.

Câmeras de vigilância, tecnologia e entretenimento

A única fonte de entretenimento de Nemo consistia nas imagens de vigilância disponíveis para o apartamento. Então começou uma narrativa em torno das pessoas que apareciam nessas filmagens.

Ele desenvolveu afeto pela faxineira e gritava por socorro sempre que ela chegava ao apartamento, embora o apelo desesperado não fosse ouvido enquanto ela aproveitava a música nos fones de ouvido (outra forma de arte).

A temperatura no local oscilou de quente para gélida, forçando-o a encontrar maneiras de sobreviver à mudança súbita. Focou seus esforços em criar uma torre com os móveis do apartamento para alcançar a claraboia e buscar a liberdade.

A cada dia, Nemo se identificava mais e mais com as figuras retratadas na pintura: um homem preso na parede por fitas adesivas.

Qual o significado do filme Inside?

O significado mais profundo contido em Inside gira em torno de uma história importante da infância de Nemo, onde um professor da escola lhe perguntou quais três coisas ele salvaria em um incêndio em uma casa.

Ele escolheu o gato, um álbum do AC/DC e o caderno de desenho. Notavelmente não optando pelos pais ou sua irmã. 

Nemo acrescenta que o animal acabou morrendo e que emprestou o álbum do AC/DC a um amigo que se esqueceu de devolvê-lo.

A única coisa que ele ainda tem até hoje é seu caderno de desenho, onde diz que “a arte é para sempre”.

A obsessão de Nemo pela arte é a força motriz por trás do fracasso do roubo de arte e fornece grande parte da inspiração para as alucinações que ele experimenta no filme.

A tecnologia é uma bênção ou uma maldição?

Inside 2023 oferece um exemplo vívido de como a tecnologia pode transitar de bênção para maldição em questão de momentos. As rigorosas medidas de segurança inicialmente destinadas a proteger a cobertura se tornam uma armadilha mortal quando o sistema falha.

As precauções excessivas, como paredes espessas, janelas de vidro, uma porta de metal reforçada com madeira e um sistema de climatização central descontrolado são desafios crescentes quando são combinados com a ausência de água encanada e falta de comunicação externa.

As medidas de segurança parecem priorizar a retenção de intrusos em vez de notificar as autoridades locais sobre uma situação emergencial. O resultado é um cenário onde a tecnologia, destinada a fornecer segurança, se torna uma armadilha mortal, gerando um intenso drama psicológico para Nemo.

De quem é o cadáver de borracha na sala atrás da parede?

Nemo encontra um quarto escondido atrás de um armário de casacos que leva a outro cômodo atrás das paredes. A área é incrivelmente estreita e tem uma luz de cor estranha iluminando todo o corredor.

Quando entra pela primeira vez, vê o autorretrato que lutou para encontrar no início e, de repente, sente uma dor de cabeça ao olhar para ele.

Depois de conseguir se recompor, percebe algo super assustador: o corpo do dono da casa esparramado como um cadáver em um necrotério.

No entanto, não é o verdadeiro proprietário, é apenas um corpo de borracha que provavelmente foi colocado ali como uma obra de arte ou simplesmente para assustar intrusos.

Nemo não se incomoda muito com o corpo falso e leva o autorretrato com ele para o resto da cobertura. 

Que livro Nemo encontra na sala do autorretrato?

Livro de William Blake mencionado no filme Inside: O Casamento do Céu e do Inferno, uma metáfora muito apropriada.

Ele também encontra um exemplar do livro de William Blake, O Casamento do Céu e do Inferno, que lentamente começa a penetrar na sua mente – algo que desempenha um grande papel em alguns dos delírios que ele tem.

Ou seja, o título da obra serve como metáfora para a situação em que ele está: cercado por milhões de dólares em obras de arte de valor inestimável, mas tendo que sobreviver aos trancos e barrancos.

Nemo tem transtornos mentais?

À medida que a situação de Nemo se agravava, com problemas de saúde decorrentes da falta de nutrição, ele mergulha em sonhos e alucinações perigosas.

Em uma noite, tem um sonho perturbador onde se encontra em uma das exposições na galeria do proprietário. A sensação de frustração o domina, levando-o a sair abruptamente enquanto o proprietário interage com os convidados.

Nemo enfrenta momentos ainda mais assustadores, imaginando que Jasmine invade a cobertura, envolvendo-se em interações sensuais com ele. Esses episódios revelam o esgotamento mental de Nemo, afetado pela intensa solidão.

A fantasia mais horripilante ocorre quando ele, lidando com cáries dentárias causadas pela má nutrição, depara-se repentinamente com o dono da cobertura atrás dele.

A cabeça colide com o balcão, e ao acordar, percebe que continua sozinho. É evidente que a mente de Nemo está escapando da realidade, fundindo-se com suas leituras sobre o céu e o inferno.

“Não há criação sem destruição”

Nemo menciona que destruir a cobertura foi possivelmente uma coisa boa, já que ‘não há criação sem destruição’. Talvez ele esteja falando de si mesmo, já que agora tem uma nova perspectiva sobre as coisas dessa jornada de sobrevivência, ou talvez seja uma crítica artística ao proprietário por não cuidar de forma alguma do lugar e colecionar arte sem muito significado por trás disso. De qualquer forma, as palavras finais de Nemo funcionam como um adeus.

O que aconteceu no final do filme Inside? Willem Dafoe escapou ou não?

O final de “Inside” pode ser interpretado de duas maneiras: ou Nemo escapou ao conseguir desparafusar o painel de vidro, ou desistiu da vida depois de construir várias obras-primas a partir da experiência vivida.

Amante da arte, Nemo cria a própria obra coletando diversas coisas da cobertura, como: peças de exibição, parafusos, porcas da arandela que de alguma forma conseguiu desparafusar, entre outras coisas.

No final do filme, ele deixa as obras de arte para trás (a menor feita com as diferentes peças da mostra e a maior com a pilha de móveis que usou para chegar à arandela).

Há uma outra obra de arte se considerarmos a pilha de fezes que deixou no banheiro. As paredes também têm esboços que ele fez. Sua maior criação foi construída na rota de fuga.

Uma das razões mais convincentes para conferir “Inside” reside na atuação de Willem Dafoe. Sua presença torna o material muitas vezes vago e repetitivo, mas palatável.

Com a câmera capturando cada canto do apartamento, o diretor cria uma tensão sufocante para a audiência.

“Inside” emerge como uma narrativa de sobrevivência moderna, onde os desafios da natureza são replicados dentro do apartamento, revelando que o isolamento não necessariamente significa viver longe da cidade agitada.

Aproveite para ler também:


Por Monique Gomes

Jornalista, blogueira, copywriter, analista de SEO on-page, gestora de tráfego. Fundou e editou dois jornais nas versões impressa e online. Trabalhou na Rock Content, maior agência de marketing das galáxias.