Como usar a criatividade para vender mais | Parte 2

A criatividade do usuário também vale ouro!

De acordo com a Nielsen, 77% dos consumidores comprariam algum produto se amigos ou familiares recomendassem. O relatório de insight do Think Tank Digital L2 aponta que 55% das pessoas confiam no conteúdo espontâneo produzido por gente como a gente. 

Os números deixam claro que o Conteúdo Gerado pelo Usuário (CGU) tem um grande potencial. E algumas marcas se beneficiam disso.

Para comemorar o alcance de 100 milhões de seguidores no Instagram, a National Geographic lançou uma campanha para encorajar os amantes de fotografia a compartilhar suas fotos com a hashtag #natgeo100 pela chance de ganhar um safári na Tanzânia.

Lançado em fevereiro de 2019, o movimento gerou mais de 140.000 postagens e ofereceu um tesouro de conteúdos ricos para a marca compartilhar no site e nas plataformas sociais. 

A empresa já usa a fotografia há algum tempo como um pilar publicitário. O concurso anual de fotografia convida fotógrafos de todo o mundo a enviar imagens, que são publicadas e divulgadas pelos maiores nomes da indústria a cada ano. 

Cada elemento da campanha é adaptado para explorar a criatividade da arte e o resultado é um centro inspirador de imagens incríveis e uma marca que levou o CGU a outro nível.

Assim, usar a espontaneidade também com influenciadores é um caminho interessante. Em vez do roteiro decorado, aposte na espontaneidade e carisma dele, afinal, é o público desse influenciador que você quer atingir.

A criatividade combina emoções com dados

É fundamental compreender as emoções subjacentes aos dados. Os times de Marketing têm uma boa sensibilidade para enxergar verdades humanas e pontos fracos, enquanto os analistas de dados sabem como reunir diferentes fontes para interpretar e mapear essas informações.

Arthur Guedes

“Estamos sempre de olho nos números (acessos, cliques, inscrições, downloads), nas tendências do mercado (nichos, boas práticas, concorrentes) e nas necessidades da audiência (dores, interesses, hábitos). Não adianta ter a ideia mais genial ou o ambiente mais bem desenvolvido se aquilo não for o que as pessoas estão procurando naquele momento”, conta Arthur Guedes, Community Analyst na Hotmart.

A empresa, conhecida por ensinar pessoas a criar o próprio negócio digital ou a vender produtos de terceiros, entende que a criatividade na experiência do usuário requer uma dinâmica constante. Ou seja, tão importante quanto publicar conteúdos relevantes é reciclar, reutilizar e repostar em dias diferentes.

O analista recomenda fazer atualização de conteúdo evergreen para que novos seguidores também tenham oportunidade de acessar o que foi postado, além de reunir artigos publicados no blog com o mesmo tema para dar vida a um e-book e gravar podcasts de materiais que já foram escritos. Novos formatos, novas oportunidades.

Outro ponto é transformar roteiros de vídeo em blog posts e vice-versa, enriquecer artigos com infográficos e dar nova visibilidade a posts mais populares. Trabalhe também, de forma articulada, na divulgação de eventos ao vivo com a produção de conteúdo antes, durante e depois do acontecimento.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Arthur destaca que o ambiente digital é capaz de abrigar uma pluralidade de pensamentos, posicionamentos e usuários. Porém, isso também pode acirrar a concorrência em um determinado mercado. Assim, a melhor saída é buscar meios de se diferenciar dos demais. E a criatividade tem um papel fundamental nisso.

“No universo de plataformas digitais, ser criativo anda de mãos dadas com a capacidade de entregar aquilo que os usuários procuram no momento em que precisam. Ou seja, inovar é oferecer algo para a persona ideal no timing mais adequado”, afirma Arthur.

A pandemia causada pelo novo coronavírus provocou uma mudança brusca na vida de empreendedores que ainda não aderiram ao ambiente digital. O principal desafio da Hotmart está sendo gerenciar essa enorme demanda migrando para o universo online pela primeira vez, repleta de dúvidas e com vontade de aprender. 

Assim nasceu a ideia do Hotmart Masters, um evento online, global e gratuito que aconteceu entre os dias 19 e 23 de outubro. O evento apresentou as estratégias de produtores, afiliados, creators e especialistas da Hotmart que transformam a vida das pessoas por meio do ensino à distância.

Relacionamento é um exercício constante de criatividade

Por se tratar de uma atividade intensa, é indispensável otimizar, refinar e repensar estratégias a todo momento, mas sempre com foco nas pessoas. Afinal, o que é relevante para elas hoje pode não ser na próxima semana. 

“Dessa forma, é preciso acompanhar os dados e entender o que eles indicam em termos de comportamentos e de interesses dos consumidores. E é aí que mora a beleza desse mercado: os números apontam potenciais direções, mas são as pessoas que devem guiar qualquer caminho”, conclui Arthur. 

Sem dúvida, o marketing representa maior chance de sucesso quando as necessidades do público estão no centro do processo. Assim, a criatividade é construída com base no conhecimento do perfil dessas pessoas e, em particular, das suas dores e expectativas. 

A criatividade como recurso da estratégia de marketing promove educação, cria entretenimento, provoca emoções e, ao mesmo tempo, gera dados valiosos dos usuários para produzir melhores experiências.

Começar com um insight a partir de dados concretos e muita pesquisa não apenas garante que as ideias táticas sejam inovadoras, mas também que funcionem juntas em um ecossistema maior de produção. A criatividade caminha lado a lado com aqueles que não esperam uma ideia genial surgir do nada.

*** Parte do artigo que escrevi para a capa da 5a edição da Rock Content Magazine, a revista digital e impressa da Rock Content, maior agência de conteúdo da América Latina.

Faça o download gratuito aqui!

📘 Rock Content Magazine 1a edição

📘 Rock Content Magazine 2a edição

📘 Rock Content Magazine 3a edição

📘 Rock Content Magazine 4a edição

Amazon: ofertas relacionadas

Aprenda a fazer pesquisas de forma aplicada e prática, equilibrando materiais qualitativos e quantitativos.
Saiba como continuar vendendo, estabelecendo metas e objetivos claros com ajuda da análise de dados.
Entenda os princípios fundamentais do Data Science com uma linguagem simples.

 

 

 

 

 

 

 

 

Aviso: Este post contém links afiliados da Amazon
e isso não afeta o preço que você pagará no caso 
de realizar uma compra por meio deles. 
A administração do Blog poderá receber 
uma pequena comissão pela venda.

 

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s