O que está acontecendo aí, Ubajara?

prefeituraIngressei na internet em 1998, ano em que raríssimas pessoas acessavam a grande rede mundial naquela cidade de Ubajara, estado do Ceará. Por isso, hoje, quando acesso o facebook e vejo ubajarenses que nem sequer sabiam o que era um site, um e-mail, postando, participando, fico orgulhosa e pensando: como é revolucionária a internet.

Apesar de não morar mais na serra, acompanho o que os amigos publicam na rede social e, outro dia, imagens do centro da cidade suja foram o viral do momento, no que eu comentei:

“Observando esta imagem lamentável, penso que na qualidade de seres inteligentes que somos, precisamos ter um olhar imparcial diante dos fatos. Ao poder público cabe o recolhimento do lixo e a limpeza pública. No entanto, deveria ser de responsabilidade dos cidadãos não poluir o meio ambiente. O lixo deve ser bem embalado para ser encaminhado para seu destino”.

Sim, o lixo que ora voa pelas ruas do centro da cidade é um problema cultural. Nós somos responsáveis por ele. Nesse caso, a Prefeitura, através das secretarias de Educação e Meio Ambiente, deveria fomentar campanhas educativas.

Dias depois, vi fotos de calçadas com uma quantidade grande de lixo, dessa vez, embalado corretamente e esperando ser encaminhado para seu destino. Agora é com vocês, poder público. Os dias de coleta devem ser cumpridos rigorosamente e essa agenda deve ser divulgada para o conhecimento da população.

Como jornalista, o meu papel é duvidar de tudo e investigar. É me despir de qualquer ressentimento ou partidarismo que possa me cegar. Não posso dizer com todas as letras que a administração atual não está gerindo bem, porque não estou em Ubajara para ver com meus próprios olhos. Estou observando a opinião de algumas pessoas que postam comentários no facebook, entre conversas informais por celular. Essas pessoas estão insatisfeitas.  A minha pergunta é: essa insatisfação é unânime? Se houvesse um debate, onde estariam as pessoas que pensam o contrário? Por que a assessoria de comunicação/imprensa não combate a nuvem negra que impera em suas cabeças?

Acessei o site da Prefeitura. Layout bonito, mas encontrei notícias do mês de junho e nós estamos em setembro. A maior vantagem do jornalismo digital é a velocidade das informações e, nesse caso, isto está sendo desperdiçado.

O meu recado para vocês, ubajarenses: continuem zelando pela cidade, mas sem partidarismo, apenas como bons cidadãos.

[HUMOR] Leia também: A surpreendente história de Uba e Jara
Reza a lenda que foi numa tarde ensolarada de janeiro que Uba e Jara se conheceram. Uba, o índio, tomou o último gole do chá da folha de bamburral, porque estava se recuperando de uma terrível diarreia. Conheça a surpreendente história que origem ao topônimo UBAJARA.

Anúncios

Um comentário sobre “O que está acontecendo aí, Ubajara?

  1. Excelente posicionamento, cara Monique.
    Mais lúcida explanação não poderia haver, uma vez que você nos aponta duas condições para que um ente da Federação aja em sua plenitude: a ação do poder público, e diria, lado a lado da ação do povo.
    Até mesmo porque se o poder emana do Povo, ninguém melhor do que nós mesmos para promovermos as mudanças de comportamento que desejamos para a comunidade em que estamos inseridos.
    Acredito, sim, que deva haver manifesta ação de ambas as partes para que se faça uma mudança de cultura e postura. Esperar tão somente a reclamar não produz efeitos concretos para um cenário digno de ações efetivas.
    Ubajara, assim como todas as outras partes de nosso País, precisa ser tratada à altura de seu povo, e creio que, se ora reclamamos um tratamento condigno e humano, devemos nós nos mantermos alertas e colaborativos junto ao Poder Público.
    Caso este não se manifeste no cumprimento de suas prerrogativas, assumidas quando da nomeação para o mandato atual, aí cabe outras medidas (garantias constitucionais), o que creio (e espero) não ser o caso em questão.
    Ações conscientes e de sincero propósito pedem uma postura esclarecida e coerente com o Dever que a cada um de nós, cidadãos, cabe cumprir no exercício de nossa condição como pessoas e seres integralmente responsáveis pela manutenção de uma sociedade melhor.

    Abraços, amiga, e obrigada pela forma clara e convidativa à reflexão positiva!

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s