Monólogo de Aniversário

buddyfalandoEu não curto essa coisa de comemorar aniversário, não. Pelo menos o meu, porque o aniversário dos outros é legal e a gente come até explodir. Já basta a (in)felicidade de ter nascido, esse sim, é um dia especial que mereceu comemoração entre os meus. Posso até imaginar como foi o dia 16 de Julho, há alguns anos, quando eu nasci: meu pai me olhando com cara de decepcionado. Ora, todo mundo sabe que homem é louco pra ter um filho macho, pra poder fazer companhia, gerir os negócios, participar dos campeonatos de futebol, entre outras coisas como ensiná-lo a fazer xixi em pé, etc, etc, etc, e pela segunda vez consecutiva a minha mãe teve uma menina. Certamente essa foi a minha primeira recepção de rejeição – mas meu pai logo foi contemplado pela cegonha com um garotão, tudo certo. Definitivamente, não vejo muito sentido em me sentir feliz por mais um ano de vida – felicidade, sim, mas não por este motivo. Aliás, até me contradigo agora, porque com a violência e a criminalidade nos dias de hoje, com tanta bala perdida, bala com endereço certo, policial matando civis, morte matada, morte morrida… milagre é estar vivo. Mudei de idéia, vou comemorar!

* Em 16 de Julho de 2007

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s