Guilhotina para os hipócritas

“Perfeição demais me agita os instintos… Quem se diz muito perfeito, na certa encontrou um jeito insosso prá não ser de carne e osso…”

Essa frase é da música Carne e Osso, da Zélia Duncan. Sempre que ouço, lembro de uma determinada religião a qual eu tenho muito, mas muito preconceito. Eu sei que o preconceito é um bicho muito feioso, mas eu juro que é o único que eu tenho, de verdade. Essa é a religião do povo mais hipócrita da face da terra. Não costumo julgar e nem rotular pessoas e desaprovo quem o faz, por isso às vezes me vejo em conflito porque o preconceito rotula mesmo. É automático. Já tentei trabalhar isso em mim, mas não dá, não dá.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s